TJAC e Polícia Militar de Cruzeiro do Sul celebram parceria pela Justiça Volante

Objetivo é oferecer um serviço com maior eficiência e qualidade, facilitando o acesso da população local.

O Tribunal de Justiça do Acre e o Batalhão da Polícia Militar (PM) de Cruzeiro do Sul celebraram uma parceria que vai fortalecer as ações da Justiça Volante (JV) no município. O Termo de Cooperação Técnica foi assinado pela desembargadora-presidente Denise Bonfim, e pelo major Moura Negreiros, comandante da corporação. Também participaram o juiz de Direito Hugo Torquato, diretor do Foro da Comarca local, e integrantes de ambas as instituições.

A ideia da atual gestão é facilitar o acesso dos cidadãos aos serviços oferecidos no âmbito do Judiciário Estadual. Nesse sentido, o acordo consiste que as duas unidades (viaturas) da Justiça Volante passem a ser abrigadas na sede do Batalhão. Ou seja, esse passa a ser o novo endereço da JV.

“A maioria dos sinistros acontece no centro da cidade, muito distante portanto da Cidade da Justiça, o que dificulta tanto que a população nos acione quanto de os profissionais chegarem até os locais dos acidentes em tempo hábil e com presteza”, explicou a presidente do TJAC.

Ao agradecer pela sensibilidade da corporação em atender a demanda, a desembargadora Denise Bonfim assinalou que o objetivo é oferecer um serviço com maior eficiência e qualidade, razão pela qual fará outras parcerias com os órgãos competentes, incluindo a própria PM e o Detran-AC.

O major Moura elogiou a iniciativa do Tribunal, disse que se coloca “à disposição para outras frentes”, e considerou que as parcerias fortalecem a as ações de segurança em solo cruzeirense.

A Administração do TJAC quer ampliar a pacificação do trânsito, bem como estabelecer maior aproximação entre a Justiça e a sociedade, dando prioridade também ao bom atendimento e à celeridade aos processual.

A desembargadora-presidente foi convidada a conhecer as instalações do prédio, como a galeria de ex-comandantes, sendo recepcionada por diversos militares.

O juiz de Direito Hugo Torquato ressaltou que não se surpreende por mais uma parceria de interesse da sociedade, celebrada pela Presidência, vez que essa tem sido a tônica de trabalho de sua “exitosa gestão”.

O comandante da PM aproveitou a ocasião para homenagear o magistrado, com um diploma pelos relevantes serviços que tem prestado à instituição e à comunidade local.

Sobre a Justiça Volante

Com a Justiça Volante a população acreana é amparada nesses momentos de conflito e transtorno, que são os acidentes de trânsito, para promoverem a solução pacífica, amigável, rápida da questão. Assim, o Poder Judiciário vai até o cidadão e também promove a prevenção de conflitos empregando a conciliação.

O atendimento da Justiça Volante é totalmente gratuito e funciona de segunda a segunda na Comarca de Rio Branco, das 7h às 22h.

Sem o atendimento da Justiça Volante, os casos de acidentes de trânsito podem tramitar por vários meses na Justiça comum. Como, por vezes, os veículos não são apenas uma forma de transporte, mas também instrumento de trabalho dos cidadãos, com a mediação do Jtran é garantido à rapidez na resolução do conflito, e assim evitados maiores danos.

O serviço é oferecido em Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Brasiléia

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Publicado em 28/06/2017