TJAC e Esjud garantem capacitação destinada à produção de curso a distância

Atividade faz parte do programa Formação de Formadores, com o objetivo de capacitar servidores e agentes em mediação na modalidade EaD em um ambiente virtual de aprendizagem (AVA).

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargadora Cezarinete Angelim, elogiou a iniciativa da direção da Escola do Poder Judiciário do Acre (Esjud) em oferecer aos servidores a capacitação destinada à produção de material didático e design institucional para curso a distância, que começou no dia 12 deste mês e se estende até a próxima sexta-feira (21).

curso_ead_esjus_tjac_1

A desembargadora-presidente visitou a Escola, a convite do seu diretor, desembargador Samoel Evangelista.

visita_presidente_esjud_tjac_ago15_4

Após ouvir atentamente uma breve explanação do facilitador (professor mestre em Educação Robson da Silva) acerca do objetivo da capacitação e de seus métodos, Cezarinete Angelim enfatizou a importância do curso. “É a preparação que precisamos para 2020”, referindo-se ao propósito de que o TJAC se torne um dos melhores tribunais do País, meta prevista no planejamento estratégico 2015-2020. A presidente do Tribunal de Justiça Acreano destacou ainda a necessidade de se dar efetividade ao programa (Formação de Formadores). “Confiamos em vocês”, finalizou.

Para o desembargador Samoel Evangelista, a capacitação a distância, objeto do curso em andamento na Esjud, representa o futuro dos Tribunais de Justiça do Brasil, enfatizando o grau de importância dessa modalidade de ensino e material didático disponibilizado no ambiente virtual de aprendizagem. Segundo o diretor da Escola, “juízes e servidores do Poder Judiciário Acreano têm essa ânsia, principalmente aquele que está no interior”.

visita_presidente_esjud_tjac_ago15_3

Formação de formadores

A capacitação sobre produção de material didático e design institucional para curso a distância, que faz parte do programa Formação de Formadores, instituído através de convênio firmado entre o Ministério da Justiça e o Tribunal de Justiça do Acre, cujo objeto é estruturar a Escola do Poder Judiciário do Estado do Acre para realizar capacitação, na modalidade EaD, por meio de um ambiente virtual de aprendizagem (AVA), tendo como escopo inicial, capacitar servidores e agentes em mediação.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 18/08/2015