TJAC é destaque em três metas de 2011 do Conselho Nacional de Justiça

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou na tarde desta segunda-feira (22) o relatório do cumprimento das metas para o primeiro semestre deste ano de 2011. Organizado com base em informações enviadas pelos tribunais de todo o Brasil, o documento aponta o Tribunal de Justiça do Estado Acre como destaque em três categorias.

Metas 2011

O TJAC foi grande destaque em três das quatro metas instituídas pelo Poder Judiciário Nacional. No que diz respeito à Meta 1 de 2011, por exemplo, o objetivo era criar “unidade de gerenciamento de projetos nos tribunais para auxiliar a implantação da gestão estratégica”.

No ano passado foi criado o Núcleo de Estatística e Gestão Estratégica (NEGEST), responsável pelo acompanhamento da execução dos projetos, definidos no Planejamento Estratégico do Judiciário Acreano, aprovado em 2011. A nova ferramenta administrativa pretende facilitar a elaboração, a condução e a execução de todos os projetos definidos no Planejamento.

O Tribunal de Justiça também cumpriu integralmente a Meta 2 deste ano: “implantar sistema de registro audiovisual de audiências em pelo menos uma unidade judiciária de primeiro grau em cada tribunal.” Além disso, alcançou o índice de 76,9% de cumprimento da Meta 3, que trata do julgamento de quantidade igual a de processos de conhecimento distribuídos em 2011 e parcela do estoque, com acompanhamento mensal. O índice conquistado pelo TJAC é considerado elevado, uma vez que se refere apenas ao primeiro semestre. 

Metas 2010

O TJAC também ficou entre os quatro primeiros no cumprimento da Meta 2 de 2010. Ela determinava o julgamento de todos os processos de conhecimento distribuídos, em 1º Grau, 2º Grau e Tribunais Superiores, até 31 de dezembro de 2006. Já em relação aos processos trabalhistas, eleitorais, militares e da competência do tribunal do Júri, deveriam ser julgados os que tivessem ingressado até 31 de dezembro de 2007.

O Tribunal de Justiça Acreano também superou a Meta 3, que tinha como objetivo a redução de pelo menos 10% do acervo de processos na fase de cumprimento ou de execução. Também estava prevista nessa meta a redução, em pelo menos 20%, do acervo de execuções fiscais. A referência era o acervo de 31 de dezembro de 2009. Nesse caso, o TJAC alcançou 42,17% das execuções fiscais e 295,11% das execuções não fiscais, contribuindo para a solução de um dos maiores gargalos da Justiça brasileira.

Outro importante destaque foi o cumprimento da Meta 5, que versava sobre a “implantação de método de gerenciamento de rotinas (gestão de processos de trabalho) em pelo menos 50% das unidades judiciárias de 1º grau”.

Ainda em 2010, o Judiciário Acreano adotou a Simplificação dos Fluxos de Trabalho das Unidades Judiciárias, que em sua última fase envolveu 19 Juízes das Varas Cíveis e 16 Criminais de todo o Estado.

O TJAC cumpriu também a Meta 7, disponibilizando a produtividade de todos os magistrados em seu portal institucional. Além disso, passou a lavrar a publicar os acórdãos em até dez dias após a sessão de julgamento – que levou ao cumprimento da Meta 4.

Por fim, o Judiciário Acreano comemorou mais um resultado positivo explicitado no relatório do CNJ, alcançando a Meta 8 de 2010:  a capacitação dos magistrados em administração judiciária.

De acordo com o relatório (veja íntegra), o Poder Judiciário Nacional recebeu, no primeiro semestre deste ano, 8.280.556 novos processos e julgou 7.489.721. Pelo programa de metas do Judiciário, os magistrados têm que julgar até o final do ano quantidade igual ao volume de novos processos e parte do estoque acumulado ao longo dos anos.

Nos primeiros seis meses do ano, o número de processos julgados correspondeu a 90,45% da quantidade de processos novos. Para cumprir a meta e evitar o crescimento do estoque, o Judiciário terá que aumentar o ritmo de julgamento no segundo semestre de 2011.

O relatório de metas mostra também que o principal  estrangulamento está na Justiça Estadual, a que recebe maior volume de processos. No primeiro semestre, entraram na Justiça dos Estados 5.477.542 processos e foram julgados 4.748.707. Ou seja, os processos julgados corresponderam a 86,69% da quantidade distribuída.

Metas Nacionais do Judiciário para 2011
strong>Meta 1. Criar unidade de gerenciamento de projetos nos tribunais para auxiliar a implantação da gestão estratégica.
Meta 2. Implantar sistema de registro audiovisual de audiências em pelo menos uma unidade judiciária de primeiro grau em cada tribunal.
Meta 3. Julgar quantidade igual a de processos de conhecimento distribuídos em 2011 e parcela do estoque, com acompanhamento mensal.
Meta 4. Implantar pelo menos um programa de esclarecimento ao público sobre as funções, atividades e órgãos do Poder Judiciário em escolas ou quaisquer espaços públicos.
Metas por Segmento de Justiça
Justiça Trabalhista
Meta 5
. Criar um núcleo de apoio de execução.
Justiça Eleitoral
Meta 6
. Disponibilizar nos sites dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) até dezembro de 2011 o sistema de planejamento integrado das eleições.
Meta 7. Implantar e divulgar a “carta de serviços” da Justiça Eleitoral em 100% das unidades judiciárias de primeiro grau (Zonas Eleitorais) em 2011.
Justiça Militar
Meta 8
. Implantar a gestão de processos em pelo menos 50% das rotinas administrativas, visando a implementação do processo administrativo eletrônico.
Justiça Federal
Meta 9
. Implantar processo eletrônico judicial e administrativo em 70% das unidades de primeiro e segundo grau até dezembro de 2011.

 

(Com informações da Agência CNJ de Notícias)

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 15/07/2015