TJAC celebra a união de 1.500 casais na 9ª Edição do Casamento Coletivo

O tão aguardado SIM aconteceu no Estádio Arena da Floresta em festividade especial preparada pela atual gestão.

O esperado SIM tradicional nos casamentos foi verbalizado de um modo especial, durante a 9ª edição do Casamento Coletivo realizada pela atual gestão do Tribunal de Justiça do Acre. A festividade teve no som uníssono que ecoou no Estádio Arena da Floresta o seu ponto alto, quando 1.500 casais concordaram publicamente com a aceitação do matrimônio, seguida do beijo que sela o sentimento entre os amados. Pelo menos sete mil pessoas compareceram ao local, entre noivos, familiares e amigos.

casamento_coletivo_tjac_9

“Cada par planejou e sonhou inúmeras coisas para este momento. Chegou a hora em que o coração bate mais forte. É de fato uma noite memorável, de grande festa, festa da família acreana. Com muita alegria informo que milhares de famílias já foram diretamente alcançadas com esta ação do Projeto Cidadão neste Biênio (2015-2017), tanto em Rio Branco quanto no interior do Estado”, assinalou a presidente do TJAC, desembargadora Cezarinete Angelim.

Ela lembrou que o Tribunal já esteve inclusive nos locais mais longíquos, como as reservas extrativistas isoladas Comunidade Belfort e Novo Horizonte – aonde só se chega de barco.

Nesse sentido, ao retomar o Projeto cidadão, a gestão devolveu à população o direito à cidadania e dignidade, por meio da humanização e responsabilidade social – diretrizes colocadas em prática desde o início.

A desembargadora-presidente citou passagens bíblicas, como a de Eclesiastes, que enfatiza que “”melhor serem dois do que um, pois se caírem um levantará o outro (…), e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa”. E também a descrita pelo apóstolo Paulo, “o amor é paciente, o amor é bondoso (…), tudo crê, tudo espera, tudo suporta”.

casamento_coletivo_tjac_20

Ao destacar que o ato do casamento é a publicação da escolha, a exteriorização do acerto, a confirmação de que um nasceu para o outro e a emancipação familiar, Cezarinete Angelim desejou felicidade aos casais.

“Peço a Deus, o grande criador e arquiteto do universo que, com sua infinita bondade, vele por todos vocês, que, nesta agradável noite, se unem pelos laços do matrimônio. Que o SIM que nasce dos lábios seja o prenúncio de uma vida abençoada, unida e eterna”, ressaltou, no que foi efusivamente aplaudida pelos presentes.

Bastante prestígio

A solenidade foi bastante prestigiada, tendo as presenças da vice-governadora do Acre, Nazaré Lambert, da desembargadora Eva Evangelista, decana da Corte de Justiça Acreana; da juíza-auxiliar da Presidência, Mirla Regina; dos representantes do Comando do 4º BIS e do 7º BIS, tenente Helen e aspirante Bruno, respectivamente; e dos delegatários Fabrício dos Santos, Suellen Neide e Fredy Pinheiro; além de servidores do Tribunal e da imprensa.

“Linda cerimônia que só reforça o privilégio de fazer parte desta que é uma das maiores edições do Casamento Coletivo. Percebe-se que esta união está sendo celebrada com muito amor”, declarou vice-governadora do Estado.

casamento_coletivo_tjac_21

A cerimônia

Ao som da Marcha Nupcial, executada pela Banda de Música da Polícia Militar, foi anunciada a entrada dos noivos. Em seguida, eles foram homenageados com um hino gospel Cordão de três dobras (da cantora Aline Barros), cantado por Thaisa Brito, da Igreja Presbiteriana Independente.

Não menos importante, a Ave Maria, interpretada pela cantora Marcela Assem, acompanhada pelo músico Gabriel Versoça, manteve a o clima de emoção ao evento.

A celebração da cerimônia foi conduzida pelo juiz de Direito Marcelo Badaró, titular da Vara de Registros Públicos da Capital. Ele elogiou a Administração do Tribunal, pela sensibilidade, perspectiva humanitária. “Nunca vi este estádio tão cheio quanto hoje com esta edição especial”, frisou o magistrado.

Badaró lembrou que a data significa “uma vitória pessoal de cada um” e que o “casamento é uma força e uma energia que irradia positivamente em todas as direções da vida”.

casamento_coletivo_tjac_16

O casal mais jovem foi formado por José Wesley Rodrigues da Cunha e Bruna Rocha da Silva, ambos com 18 anos.

Já o casal mais experiente foi composto por Francisco Bessa de Souza (91 anos) e Antônia Dóssima (69 anos).

O grande momento da cerimônia foi o “sim” simultâneo dos noivos e noivas, seguido pelo imprescindível beijo coletivo. Após a troca de alianças, a cerimônia de Casamento Coletivo foi encerrada com uma queima de fogos. A festa teve ainda decoração especial, muita música e fotos.

Houve a participação especial dos servidores do Judiciário que, de modo voluntário, se dispuseram a colaborar com a organização do evento.

O Governo do Estado, através da Fundação Elias Mansour (FEM) e da Secretaria de Educação e Esportes e Polícia Militar; a Associação dos Notários e Registradores do Acre (Anoreg) a M Decor Decorações; a empresa Bazar Chefe; o Sindicato dos Fotógrafos do Acre; e a Vivace Produções Musicais foram os parceiros do Casamento Coletivo deste ano.

casamento_coletivo_tjac_27

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 16/08/2016