Sucesso de público em mais um curso da Esmac

Uma platéia de aproximadamente 300 pessoas lotou o auditório do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE), ontem à noite, na abertura do 5º Curso de Atualização Série Temática com o tema “aplicação das sanções penais e seus reflexos processuais”, uma promoção da Escola Superior da Magistratura do Acre (Esmac). Ministrado pelo procurador do Estado Roberto Barros dos Santos, o curso, que termina hoje, é uma oportunidade única para magistrados, advogados e principalmente estudantes de Direito, se aprofundarem nos ensinamentos das ciências penais. Durante as aulas os participantes estão podendo entender um pouco mais sobre temas como Direito Penal, política criminal, definição do procedimento criminal e dos respectivos institutos aplicáveis ao caso concreto, sentenças penais e outros. Empolgada e realizada. Assim estava a diretora da Esmac, desembargadora Eva Evangelista, uma das maiores expressões do Judiciário da Amazônia e grande incentivadora das ações da escola desde que assumiu aquela direção ainda no início de 2003 – a decana do Judiciário acreano está no segundo mandado consecutivo à frente da Esmac. “A abertura desse novo curso é motivo de muito orgulho para todos nós”, destacou a desembargadora Eva Evangelista, reconhecendo que sem os presentes – magistrados, advogados e acadêmicos – e o crédito que eles devolvem à Esmac, não seria possível a escola chegar ao sucesso que alcançou nesses últimos anos. A diretora fez questão de lembrar a mensagem enviada aos presentes pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Samoel Martins Evangelista, de que todos confiem e tenham segurança na verdadeira justiça, “objetivo de todos nós que lidamos com o Direito”. Ao final da aula, comentando sobre o primeiro dia de curso, a desembargadora fez questão de ressaltar que a meta da Esmac e do Tribunal de Justiça “é expandir conhecimentos, trazer à realidade jurídica o talento que ainda não brotou dos acadêmicos, por isso, nós promovemos atividades dessa natureza, buscando os estudantes para a troca de idéias, aprendendo uns com os outros e tornando verdadeiro um Acre mais humano, de justiça social e cidadania plenas”. Fonte: Assessoria de Imprensa do TJAC

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 20/05/2005