Sistema Bacen Jud fica indisponível para implantação de melhorias

O sistema eletrônico Bacen Jud 2.0, de atendimento ao Poder Judiciário, está indisponível desde segunda-feira, 20, até amanhã, 24, em função de alterações técnicas a serem feitas para a implantação de procedimentos de inclusão e melhorias. Como resultado do trabalho, o sistema passará a permitir a checagem prévia das instituições bancárias que mantêm relacionamentos com os devedores. Já em relação ao acesso, não serão observadas diferenças na forma com que os magistrados e servidores acessam o sistema.

A modificação está sendo feita porque, atualmente, quando é realizada uma solicitação de informações, esta solicitação é encaminhada a todos os bancos – aproximadamente 190 instituições bancárias – o que acarreta em grande trabalho para essas empresas.  Com a alteração a ser implantada, o pedido de informações será encaminhado, apenas, aos bancos com quem o devedor mantém algum relacionamento (seja como correntista, procurador de outro correntista, investidor etc).

Aperfeiçoamento

O Bacen Jud 2.0 foi criado por meio de convênio entre o Banco Central do Brasil e o Poder Judiciário.  O sistema é operado pelo Banco Central do Brasil, tendo sido objeto de convênio celebrado com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com vistas ao seu aperfeiçoamento e o incentivo de seu uso.  Por meio do Bacen Jud os juízes, com senha previamente cadastrada, preenchem um formulário na  internet solicitando as informações necessárias a determinado processo  com o objetivo de penhora on line ou outros procedimentos judiciais. A partir daí, a ordem judicial é repassada eletronicamente para os bancos, reduzindo o tempo de tramitação do pedido de informação ou bloqueio e, em conseqüência, dos processos.

Com o intuito de dar maior efetividade aos processos de execução, o Poder Judiciário traçou como meta 8 de nivelamento – dentro do planejamento estratégico para o Judiciário – o cadastramento de todos os juízes do país nos sistemas eletrônicos de acesso a informações sobre pessoas e bens e de comunicação de ordens judiciais –  como o Bacen Jud, o Renajud, o Infojud e outros que propiciam rapidez para localização de bens de devedores.

Caso haja qualquer dúvida sobre o sistema Bacen Jud nos dias em que estiverem sendo realizados  os  trabalhos  de reformulação, os interessados podem entrar em contato pelo e-mail bacenjud-ccs@bcb.gov.br. Como este endereço eletrônico está protegido contra spambots, deve-se habilitar o JavaScript para visualizá-lo e obter as informações  necessárias.  Assim que forem feitas as alterações para melhoria dos procedimentos, o Bacen Jud poderá voltar a ser acessado normalmente.

(Fonte: Agência CNJ de Notícias)

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 23/07/2009