Sansão Pereira é recebido pelo Judiciário

A Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Acre, Desembargadora Izaura Maia, recebeu na tarde de ontem, 30, a visita do artista plástico Sansão Pereira, que veio ao Acre para conhecer o Palácio da Justiça – Centro Cultural do Tribunal de Justiça, onde estão duas de suas obras mais recentes.

Acompanhado do representante da Casa do Acre no Rio de Janeiro, Carlos Meireles e do jornalista Antonio Klemer, o artista visitou as dependências do Palácio da Justiça e, junto com os convidados, prestigiou seu trabalho. A primeira obra, intitulada “A floresta”, de 4,2 x 1,8 metros, compõe a Sala de Exposições do Palácio, e foi adquirida ainda durante o processo de revitalização do prédio. A segunda tem 2,0 x 1,45 metros e retrata um dos maiores símbolos do Estado – a bandeira acreana. Ela está afixada no Gabinete da Presidência do Palácio e foi adquirida por meio da renovação do contrato de serviços do TJAC com o Banco do Brasil.

Após a visita, a Presidente Izaura Maia, o Vice-Presidente Pedro Ranzi, o Desembargador Adair Longuini, o Presidente da Associação dos Magistrados Acreanos, Juiz Laudivon Nogueira, o Diretor do Foro da Comarca de Rio Branco, Juiz Luís Camolez, diretores e assessores do Tribunal, reuniram-se com o artista no Café Jurídico do Palácio para conhecer um pouco de sua trajetória.

Sansão Pereira demonstrou contentamento em estar pessoalmente divulgando a sua obra no Judiciário acreano e falou da importância da arte no desenvolvimento social. “A história das artes corre paralelamente ao curso da evolução da civilização. Os movimentos artísticos são os maiores testemunhos das ocorrências da mentalidade do povo. Sem dúvida nenhuma, a arte testemunha a grandeza e a deficiência das civilizações que cresceram ou decaíram no curso notável da história. O estudo da arte é importante para relembrar e registrar eventos que marcaram a mudança das condições sociais do homem. Dentro desse contexto enorme, a vida, o homem e a arte são membros conjuntos de um desenvolvimento igual e uníssono. O homem precisa possuir uma fé enorme e uma filosofia de vida coesa. Estar aqui presente hoje representa um marco muito grande na história da consciência da minha vida artística. Cheguei à conclusão de que por mais que a gente trabalhe, o importante é a gente se conscientizar de que é muito melhor ser do que ter”, declarou emocionado.

Em nome do Tribunal de Justiça, a Desembargadora Izaura Maia parabenizou o artista por seu talento e sua carreira célebre: “Temos orgulho em receber um acreano de renome internacional que está aqui em nossa casa, o Palácio da Justiça, abrilhantando e eternizando com, por enquanto, duas telas que muito nos ajudam a contar a história da nossa terra”, disse.

O artista

Sansão Pereira, 87, é acreano, nascido no Seringal Capatará. Possui 50 anos de carreira, marcados por centenas de medalhas, menções honrosas e quadros publicados em revistas e livros especializados, além de muitas obras afixadas nos monumentos históricos mais visitados de todo o mundo.

Sansão Pereira faz parte da primeira turma do Colégio Acreano, é formado em engenharia elétrica em Oakland, na Califónia, e mestre e PHD em Física. Foi durante seus anos de estudo nos Estados Unidos que ele despertou o interesse pelas artes plásticas.

O artista produziu mais de 20 mil obras, das quais algumas estão em destaque no Palácio Rio Branco, na Assembléia Legislativa do Estado do Acre, na Catedral de Nossa Senhora de Nazaré em Rio Branco (AC), no Palácio da Abolição no Ceará, na Força Aérea da China e em diversas igrejas mundo afora. No seu currículo inclui ainda as exposições de suas obras feitas nos Estados Unidos, em Portugal, Tóquio e Uruguai. Apesar da idade avançada, ele continua pintando em média oito horas por dia.

Confira a Galeria de Imagem.

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 01/10/2008