Samoel Evangelista toma posse como governador e diz que cargo não o envaidece

O desembargador Samoel Martins Evangelista, presidente do Tribunal de Justiça, assumiu no final da tarde de ontem, o governo do Estado em substituição ao vice-governador, que viajou a serviço. O governador Jorge Viana também está viajando a serviço e o presidente da Assembléia Legislativa, Sérgio Petecão, segundo na linha de sucessão, está de férias. A cerimônia de transmissão de cargo foi realizada no gabinete do governador Binho Marques e contou com a presença apenas das filhas e do neto de Samoel Evangelista, de sua equipe de assessores na presidência do Tribunal de Justiça, da procuradora de Justiça em exercício Giselle Mubarac, da deputada federal Pérpetua Almeida e do líder do governo Edvaldo Magalhães e da secretária de Administração Flora Valadares. A cerimônia, embora o artigo 71 da Constituição Estadual não exija o cumprimento de um ritual cerimonioso específico para transmissão nos casos de ausências dos ocupantes dos três cargos na linha sucessória, foi coordenada pelo chefe do gabinete civil, Roberto Ferreira. Binho Marques, fez questão de abrir uma exceção “em face do simbologismo que representa a posse do desembargador Samoel Evangelista, e do bom relacionamento que norteia os três poderes, particularmente o judiciário”. Esta é a primeira vez que Samoel Evangelista assume o cargo de governador. Funcionário de carreira do serviço público acreano há 34 anos, desde que assumiu, por concurso público, um cargo no Instituto de Identificação do Acre, Samoel Evangelista já galgou vários cargos na administração pública, desde a coordenação do próprio Instituto à secretaria de Segurança Pública, por duas vezes. No início dos anos de 1980, foi aprovado em concurso público para promotor de Justiça, atuou por 14 anos no interior do Estado até vir para Rio Branco, em 1996, quando foi promovido a procurador de Justiça, exercendo em seguida o cargo de Secretário de Segurança e depois a corregedoria do Ministério Público Estadual. Em 2002 foi eleito representante do Ministério Público para ingressar na carreira de desembargador do Estado do Acre, no quinto constitucional destinado ao órgão e nomeado pelo governador Jorge Viana para o cargo. Em 2003 assumiu a vice-presidência do Tribunal em fevereiro de 2005 a presidência, cargo que exerce atualmente. A posse, segundo Samoel Evangelista, em que pese a importância do cargo e da gratificação por estar exercendo o cargo mais importante do Estado, não o envaidece, pelo contrário, mas mostra uma deferência do poder executivo para com o poder judiciário do Acre e fortalece esse bom relacionamento que vem sendo construído ao longo dos últimos anos.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 07/02/2006