Projeto Mulher Cidadã atende mais de 3,2 mil pessoas

Idealizado por ocasião do Dia Internacional da Mulher, o Projeto Mulher Cidadã, realizado no último sábado, 7, foi mais uma das várias edições do Projeto Cidadão neste ano.

A atividade ocorreu no período das 8h às 17h, na Casa Rosa Mulher, em frente a Rodoviária Estadual, no Segundo Distrito de Rio Branco, registrando atendimento a 3.276 pessoas.

O número surpreendeu a coordenação do Projeto, executado em parceria com o Governo Federal, Governo do Estado, Prefeitura de Rio Branco, Procon, INSS, Conselhos Estadual e Municipal da Mulher, Delegacia Regional do Trabalho, Sindicato das Trabalhadoras Domésticas, e com o apoio dos Supermercados Araújo, O Boticário e Coca-Cola.

      

      

      

      

Ao menos 100 pessoas estiveram envolvidas no evento, entre servidores do Judiciário e funcionários dos parceiros no Projeto, segundo informou a coordenadora Alessandra Araújo.

Além do atendimento nas áreas de saúde e estética, serviço de expedição de documentos e orientação sobre direitos, outras atividades também fizeram parte do Projeto. Sob o teto de tendas instaladas na rua ao lado da Casa Rosa Mulher, palhaços e atores fizeram apresentações, sempre com temas relacionados à questão feminina.

Número de atendimentos

Serviços de Estética 

415

Saúde

426

Palestras educação/direitos do cidadão 

213

Casamentos

45

Carteira de Trabalho

130

Carteira de Identidade

150

Fotografias

384

Título de Eleitor

164

Registro de Nascimento

07

Xerox

1.050

 

Jornal o Estadão, de São Paulo, destaca o Projeto Cidadão do Tribunal de Justiça do Acre

O Projeto Cidadão, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Acre desde 1992, foi destaque na edição de domingo do jornal O Estadão, por um motivo histórico: o periódico paulista enviou o repórter Daniel Piza e o fotógrafo Tiago Queiroz ao Acre com o objetivo de acompanhar, pelo rio Purus, a expedição que chegará a lugares extremos, onde chegou, há 104 anos, um de seus ilustres correspondentes – Euclides da Cunha.

O grupo partiu no último sábado, 07, do município de Sena Madureira, a duas horas de Rio Branco, Capital do Estado, e percorre uma rota fluvial até o Peru. Nesse trajeto, vão atravessar seringais, visitar comunidades ribeirinhas e fazer contrato com tribos indígenas.

Idealizado e coordenado pelo Desembargador Arquilau Melo, o Projeto Cidadão tem a finalidade de fazer valer a cidadania de pessoas que vivem distantes dos centros urbanos e muitas vezes isoladas nessas regiões, expedindo registro de nascimento, documento de identidade, CPF, título de eleitor, oficializando casamentos, prestando atendimento médico e odontológico, dentre outros.

Confira a íntegra da matéria “A coragem de desbravar o Brasil”. 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 10/03/2009