Projeto Cidadão garante mais de 20,5 mil atendimentos durante sete edições de 2019

Todas as ações contaram com a parceria de várias instituições, de caráter público e privado.

O Projeto Cidadão, principal programa do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), garantiu 20.507 atendimentos durante as setes edições promovidas no Estado durante o ano de 2019. Os dados foram apresentados em reunião na quinta-feira, 10, no Palácio da Justiça, pela coordenadoria da atividade.

As edições que ocorreram em Rio Branco (em dois locais), Porto Acre, Senador Guiomard, Cruzeiro do Sul e Jordão ofereceram atendimentos voltados à área jurídica, da saúde, social, expedição de documentos, além do casamento coletivo e conversão de união estável em casamento, exceto Xapuri, que ocorreu apenas o casamento coletivo.

Todas as ações contaram com a parceria de várias instituições, de caráter público e privado. Em alguns locais, como explica a coordenadora do Projeto Cidadão, desembargadora Eva Evangelista, a atividade foi promovida com 40 instituições parceiras.

“O Projeto Cidadão, seja aqui em Rio Branco ou em qualquer município, é desenvolvido por meio de parcerias. É somente, graças a união entre os poderes, que podemos proporcionar essas edições”, destacou.

Ainda na reunião, que contou com representantes de várias entidades, foi abordada a pauta para uma ação em dezembro, no município de Santa Rosa do Purus. O local é de difícil acesso e possui a maior parte de sua população indígenas das etnias Kulina, Kaxinawá e Jaminawa. O acesso à cidade é somente por barco ou avião.

Na ocasião, a desembargadora-coordenadora pediu compreensão e firmou o compromisso de levar cidadania aos lugares mais distantes destacando a importância do serviço de cada representante para a comunidade carente.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 11/10/2019