Programa de Prevenção às Drogas busca conscientizar a sociedade de sua responsabilidade

O Programa de Prevenção às Drogas, lançado na manhã da última sexta-feira, 13, em Rio Branco, é uma iniciativa inovadora do Tribunal de Justiça e da Vara de Delitos de Tóxicos, visando a conscientização de crianças e adolescentes para evitar o envolvimento com drogas.

Ao abrir a solenidade de lançamento do Programa, o Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Pedro Ranzi, elogiou a iniciativa do juiz Elcio Sabo e agradeceu a honrosa presença do Ministro Gilmar Mendes no evento.

“O tema da prevenção ao uso de drogas tem se tornado cada vez mais importante e necessário, por isso, o Tribunal de Justiça espera que este Programa se desenvolva e fortaleça, atingindo bons resultados. Parabéns ao Juiz Elcio pela iniciativa e obrigado ao Ministro Gilmar, que muito nos honra com sua presença neste lançamento, numa demonstração de interesse e engajamento na causa”.

  

Conscientização e prevenção

Ao comentar a criação de um programa específico para discutir a prevenção ao uso de entorpecentes, o Juiz Elcio Sabo disse que as pesquisas feitas pela Vara de Delitos de Tóxicos, da qual é titular, têm demonstrado o envolvimento cada vez mais freqüente de crianças e adolescentes com o uso indiscriminado de drogas.

Diante disso, segundo ele, a Vara não poderia apenas tratar a judicialização da questão, mas também desenvolver trabalhos voltados para a prevenção às drogas e acompanhamento de dependentes químicos.

“O objetivo do nosso Programa é prevenir o uso de drogas a partir da conscientização dos jovens de que cada um é livre para fazer suas escolhas e as drogas não são o melhor caminho a seguir”, explicou Elcio Sabo, referindo-se ao slogan do Programa: “Drogas – liberdade de escolha, faça a sua!”.

Em sua primeira etapa, o Programa realizará palestras educativas em diversas instituições de ensino de Rio Branco, buscando estimular o debate entre os jovens e constituir agentes multiplicadores de prevenção.

“As palestras são o primeiro passo para a conscientização de crianças e adolescentes, e são mecanismos eficazes. Tomamos essa iniciativa após observarmos os resultados práticos de sua aplicação”, frisou Elcio Sabo.

O Juiz também agradeceu a presença do Ministro Gilmar Mendes e reconheceu que a participação dele no lançamento de um programa contra drogas deixa clara a preocupação que dispensa às crianças e adolescentes.

Drogas não é uma boa escolha

O Ministro Gilmar Mendes reconheceu a importância da iniciativa do Tribunal de Justiça e da Vara de Tóxicos, conclamando o engajamento do Judiciário em ações e projetos sociais: “Os jovens podem ser as vítimas mais suscetíveis desta maldição que ataca a sociedade moderna. Há muitas propostas e iniciativas, inclusive da legislação, mas o que é fundamental é conscientizar a sociedade de sua responsabilidade. Esse é o grande mérito do Programa apresentado pelo Tribunal de Justiça do Acre. O Judiciário tem um papel destacado neste processo, que deve ser cumprido”, disse.

Diante da platéia formada principalmente por alunos do Ensino Médio, o Ministro destacou que “todos nós somos livres para fazermos nossas escolhas e nos tornamos frutos do que escolhemos. É preciso então que levemos conosco esta mensagem: a escolha do caminho das drogas não é uma boa, ao escolhê-lo, podemos estar abandonando o caminho da construção de uma vida melhor”.  

Depois do lançamento do Programa, o Ministro Gilmar Mendes e sua comitiva seguiram para uma visita ao Centro de Atendimento a Crianças e Adolescentes de Rio Branco, coordenado pelo Governo do Estado, através do Instituto Socioeducativo do Acre.

Posteriormente, participaram de uma reunião de trabalho no Palácio da Justiça, com a presença de desembargadores e juízes do Estado. Na oportunidade, foram debatidos diversos temas relacionados à gestão processual e administrativa da Justiça.

Ao final da reunião, o grupo participou de um almoço de confraternização oferecido pelo Governo do Estado no Palácio Rio Branco.

Veja a Galeria de Imagens.

 

 

    

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 16/03/2009