Programa Começar de Novo: Vepma coloca mais 41 profissionais no mercado de trabalho

O principal objetivo da iniciativa é a reinserção social com a promoção a cidadania e a redução da reincidência de crimes.

“Não podemos delegar a outros o papel de agentes transformadores da realidade. Vamos continuar defendendo a alteridade, que é o olhar o outro mais devagar; reparar o outro e alcançá-lo na sua integridade”. Com essas palavras, a presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargadora Cezarinete Angelim, saudou os 16 formandos – reeducandos e familiares destes – do Curso Profissionalizante de Cabelereiro, promovido pela Vara de Execuções de Penas e Medidas Alternativas (Vepma) da Comarca de Rio Branco, por meio do Programa Começar de Novo, em parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). No total, 41 profissionais concluíram o curso e estão disponíveis no mercado de trabalho, embora apenas 16 deles compareceram à solenidade de formatura, ocorrida na noite dessa segunda-feira (6), no Palácio da Justiça.

formacao_comecar_de_novo_tjac_1

Ainda em seu pronunciamento, a desembargadora-presidente alertou sobre a necessidade de se ampliar o Programa Começar de Novo, de modo a concretizar a cidadania e promover a redução da reincidência. ”Ou estendemos a mão, dando-lhes uma nova oportunidade, ou estaremos relegando pessoas à condição de ostracismo, de marginalização, cujas consequências se voltarão certamente contra a comunidade, na forma de insegurança, mais medo e mais violência”, enfatizou.

Para o ato solene, também compuseram a mesa de honra o juiz Marlon Machado, representando a juíza Maha Manasfi, titular da Vepma, a juíza-auxiliar da Presidência do TJAC, Mirla Regina, e o representante do Senac, gerente Rodrigo Damasceno. Durante a solenidade, a apresentação musical ficou por conta do Coral Redenção.

formacao_comecar_de_novo_tjac_2

Após o juramento formal e a entrega dos diplomas aos 16 alunos que concluíram o curso, Janaína da Silva, oradora da turma, lembrou das alegrias e tristezas vividas no decorrer dessa jornada e nominou pessoas que, para ela, foram de extrema importância “na caminhada”, dando ênfase à juíza de Direito Maha Manasfi, “pela forma que se dedica e enfrenta juntamente conosco todos os preconceitos impostos pela sociedade atual, nos dando uma segunda chance de mostrarmos que somos capazes de ser grandes profissionais”.

formacao_comecar_de_novo_tjac_3

Em seguida, o juiz de Direito Marlon, representando Vara de Execuções de Penas e Medidas Alternativas da Comarca de Rio Branco, em suas considerações, destacou a importância do Projeto, enfatizando o valor de uma segunda oportunidade e enaltecendo a dignidade pelo emprego.

formacao_comecar_de_novo_tjac_4

O representante do Senac, Rodrigo Damasceno, após parabenizar a todos que concluíram o curso e foram diplomados, elogiou o trabalho da juíza Maha Manasfi e afirmou que está disposto a incentivar a realização de outros cursos.

formacao_comecar_de_novo_tjac_5

“Começar de Novo”

O programa “Começar de Novo” visa à sensibilização de órgãos públicos e da sociedade civil para que forneçam postos de trabalho e cursos de capacitação profissional para presos e egressos do sistema carcerário. O principal objetivo do programa, portanto, é promover a cidadania e assim, reduzir a reincidência de crimes.

As ações profissionalizantes e de ressocialização são uma marca registrada do programa, idealizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e coordenado, no Acre, desde 2007, pela juíza de Direito Maha Manasfi, titular da Vepma.

Postado em: Notícias | Tags:,

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 07/07/2015