Programa Começar de Novo ganha novas instalações

A Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas (Vepma) da Comarca de Rio Branco entregou na última semana as novas instalações dos cursos profissionalizantes do Programa Começar de Novo. Todos os espaços foram ampliados e readequados para melhorar as acomodações para os alunos.

No Salão Escola onde funciona o curso de cabeleireiro, por exemplo, foram instalados novos lavatórios e espelhos. Adisso, o espaço também foi otimizado para favorecer as condições e a qualidade do aprendizado dos alunos.

No laboratório de informática foram instalados 14 computadores e cadeiras ergonômicas, mais adequadas aos longos períodos de tempo em que os alunos permanecem sentados.

Já nas salas onde funcionam os cursos de massagista e depilação, também foram instalados novos equipamentos, como aparelhos e macas.

Também foram reformadas as salas dos demais cursos oferecidos pela unidade judiciária. São cursos profissionalizantes para formação de operador de caixa, manicure, frentista, encanador, roçador, pintor, dentre várias outras modalidades.

Novas parcerias

Além da reforma de suas instalações, a Vepma também firmou uma parceria com a Secretaria de Estado de Educação (SEE), que disponibilizou as salas da Escola João Calvino para o funcionamento de diversos cursos noturnos profissionalizantes. O objetivo é contribuir com a melhoria da qualidade de vida dos alunos e também aperfeiçoar os métodos de acompanhamento dos reeducandos matriculados nos cursos.

Começar de Novo

Durante o ano de 2013 já foram disponibilizados, através das instituições parceiras SENAC, SEST/SENAT, SENAI E CETEM, cursos em todas as comarcas do Estado. No total, foram oferecidas 1.740 vagas em várias modalidades de cursos profissionalizantes, como cursos de pintor, pedreiro, eletricista, operador de caixa, mecânico de motos, massagista, cabeleireiro, manicure, operador de máquinas florestais, mecânico de auto, técnico em refrigeração, mecânico de motor de polpa, entre outros.

Até agora já foram beneficiadas as comarcas de Rio Branco, Plácido de Castro, Brasiléia, Epitaciolândia, Senador Guiomard, Xapuri e Acrelândia.

As ações sociais são uma marca registrada do programa, idealizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e coordenado, no Acre, desde 2007, pela juíza titular da Vepma, Maha Manasfi.

O programa visa à sensibilização de órgãos públicos e da sociedade civil para que forneçam postos de trabalho e cursos de capacitação profissional para presos e egressos do sistema carcerário. O principal objetivo do programa, portanto, é promover a cidadania e assim, reduzir a reincidência de crimes.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 24/06/2015