Programa Começar de Novo: Curso de cabeleireiro profissionaliza reeducandos de Rio Branco

Orientada pelo princípio da integração e ressocialização dos egressos do sistema prisional, a Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas de Rio Branco (VEPMA) oferece pela segunda vez um curso profissionalizante de cabeleireiro para os reeducandos que estão recomeçando suas vidas.

Iniciado em janeiro deste ano, o curso tem duração de seis meses e está sendo ministrado gratuitamente pelo cabeleireiro Mário Jorge Sampaio, também reeducando. Do curso participam 25 alunos, sendo 20 reeducandos e mais cinco parentes destes.


Ao final da aprendizagem, os alunos vão participar de uma cerimônia de formatura e receberão diploma que os habilitará exercer a profissão. As aulas são realizadas no salão-escola montado nas dependências da própria VEPMA, no Fórum da Avenida Ceará.


De acordo com a juíza Maha Manasfi, titular da VEPMA, diversas são as opções de curso profissionalizantes e de capacitação oferecidos atualmente pela Vara e o objetivo primordial é assegurar a ressocialização dos egressos do sistema penitenciário, especialmente por meio do trabalho.

“Ao fazerem um dos cursos oferecidos por nós, eles têm a possibilidade de aprender um ofício, uma habilidade ou mesmo uma nova profissão. E assim eles têm conseguido começar uma nova vida e se dedicar a uma nova carreira”, disse Maha.

Semana do Dia das Mães

Durante a semana que antecedeu o Dia das Mães, entre 7 e 11 de maio, a Vara de Penas e Medidas Alternativas homenageou as servidoras do Poder Judiciário com o oferecimento de diversos serviços de beleza.

A oportunidade serviu para demonstrar as habilidades dos aprendizes de cabeleireiro que participam do curso. Segundo a equipe técnica que coordena a atividade, 178 atendimentos foram realizados durante a semana, com oferecimento de serviços de corte, massagem, esfoliação capilar e escova.


 

Na última sexta-feira (11), para comemorar os bons resultados da atividade, a juíza Maha Manasfi se reuniu com o Diretor-Presidente do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC), Dirceu Silva, e o Secretário de Estado de Pequenos Negócios (SEPN), José Carlos Reis.

“Durante essa semana vocês puderam compartilhar o aprendizado já adquirido nesses quatro meses de curso, além de homenagear as servidoras mães do Judiciário com o oferecimento de um serviço gratuito e de qualidade. Que o sucesso da atividade possa servir de estímulo a todos vocês”, destacou a juíza, que também agradeceu o apoio recebido das instituições parceiras.

O Diretor-Presidente do Iapen recomendou que os reeducandos aproveitem a oportunidade e façam dela o início de uma nova vida. “Vocês já contam com o apoio do Iapen e da Justiça, agora tudo só depende do esforço, disciplina e dedicação de cada um”, declarou.

Já o Secretário José Reis lembrou aos alunos a tradição dos negócios no Acre serem conduzidos por pequenos empreendedores e aconselhou a eles buscarem se qualificar cada vez mais para, no futuro, também montarem o seu próprio negócio. “Quero ver todos aqui como empreendedores, dando o exemplo”, completou.

O Iapen e a SEPN são parceiros da Vara de Penas e Medidas Alternativas na realização dos cursos profissionalizantes. No caso do curso de cabeleireiro, o Instituto assegura apoio operacional e educacional, ao passo que a Secretaria de Pequenos Negócios garante a estrutura e os instrumentos utilizados pelos aprendizes no salão-escola; ao final do curso também será conferida uma estrutura básica aos reeducandos, para que eles estruturem seus próprios salões.

S E R V I Ç O

 
Vara de Penas e Medidas Alternativas da Comarca de Rio Branco
 
Fórum da Avenida Ceará, nº 2692. Bairro Abraão Alab. Rio Branco-AC.
 
Telefone: (68) 3211-5365. E-mail: vepma-rb@tjac.jus.br.

 

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 09/07/2015