Programa “Audiência Pública” destaca conquistas da atual gestão do TJAC

Desembargadora presidente falou, dentre outros assuntos, dos Selos Verde e Ouro e da obra do Novo do Fórum dos Juizados Especiais Cíveis.

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargadora Cezarinete Angelim, foi uma das autoridades do Poder Judiciário Estadual entrevistadas no Programa “Audiência Pública”, neste mês de dezembro. A atração, que está inserida no rol de Programas Sociais do TJAC vai ao ar todas as segundas-feiras, a partir das 7 horas, pela Rádio Difusora Acreana, integrante da Rede Pública de Comunicação.

A desembargadora presidente falou, dentre outros assuntos, da conquista recente, por parte do TJAC, dos Selos Verde e Ouro, premiações promovidas pelo Instituto Chico Mendes e pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em reconhecimento, respectivamente, à eficiência e celeridade e à gestão socioambiental responsável.

Outro tema abordado durante a entrevista foi a entrega da nova sede do Fórum dos Juizados Especiais Cíveis, localizada na Cidade da Justiça de Rio Branco, obra que, segundo ela, deverá contribuir ainda mais para a otimização dos serviços judiciais da chamada Justiça de Pequenas Causas, na qual tramita a maior parte dos processos ativos no Judiciário Estadual.

Escute os melhores momentos do programa.

A Justiça no Rádio

O Programa Social “Audiência Pública” é apresentado pelo juiz de Direito Cloves Ferreira (4ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco) juntamente com o radialista e servidor do TJAC Márcio Bleiner. O programa vai ao ar todas as segundas-feiras, a partir das 7 horas, pela Rádio Difusora Acreana, com exibição ao vivo pelo link: www.difusora.ac.gov.br.

Nascido a partir de uma ideia lançada originalmente pelo defensor público (atualmente aposentado) Alberto Pereira, em um almoço com os juízes Cloves Augusto e Luís Camolez, e com os promotores de Justiça Álvaro Pereira e Alessandra Marques, o programa primeiramente recebeu o nome de Vagalume, tendo sido transmitido inicialmente no dia 15/08/2001, através da Rádio Verdes Florestas, de Cruzeiro do Sul. A escolha do nome inicial se deu baseada na missão idealizada pelos amigos, que tinham em comum a paixão pelo Direito: representar uma pequena luz (de conhecimento e noções jurídicas) para as pessoas.

Posteriormente, recebeu o nome atual – Audiência Pública – sendo incorporado ao rol de Programas Sociais do Poder Judiciário Acreano.

Postado em: Notícias | Tags:, ,

Fonte: Publicado em 26/12/2016