Programa “Audiência Pública” debate Direito de Família

Uma entrevista com Élcio Sabo, juiz de Direito titular da 3ª Vara de Família da Comarca da Capital.

O programa social “Audiência Pública”, realizado pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), em parceria com a Rede Pública de Comunicação, através da Rádio Difusora Acreana (1.400 AM), apresentou nessa segunda-feira (8) uma entrevista especial com o juiz de Direito titular da 3ª Vara de Família da Comarca de Rio Branco, Élcio Sabo.

Durante cerca de 30 minutos, o magistrado falou sobre a realidade do Direito de Família no Brasil e no Acre, as inovações trazidas pelo Novo Código de Processo Civil (Lei nº 13.105/2015), as experiências que marcaram a carreira jurídica, bem como respondeu perguntas dos ouvintes sobre o tema.

audiencia_publica_tjac_3

“A Vara de Família serviu como um horizonte muito interessante, em que chegamos à conclusão de que o que está faltando muito à sociedade é o diálogo. Você fica sem entender como que um casal às vezes convive por 20 anos (…) e depois passa a discutir por coisas pequenas. Esse é o nosso cotidiano: esse desespero das pessoas, essa falta de conversar. Você se depara, no dia a dia, com a destruição do lar. Às vezes, você se depara com situações tão simples de solucionar e a pessoa pela falta de conversar, de lembrar dos momentos bons, focando somente nos problemas, não consegue ver um lado positivo na união”, disse o magistrado durante a entrevista.

Apresentado pelo juiz de Direito Cloves Ferreira (4ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco) e pelo radialista e servidor do TJAC Márcio Bleiner, o programa “Audiência Pública” vai ao ar às segundas-feiras, partir das 8 horas, com exibição ao vivo pelo link www.difusora.ac.gov.br.

Clique aqui para ouvir os melhores momentos do programa dessa semana.

Sobre o programa

Nascido a partir de uma ideia lançada originalmente pelo defensor público (atualmente aposentado) Alberto Pereira, em um almoço com os juízes Cloves Augusto e Luís Camolez, e com os promotores de Justiça Álvaro Pereira e Alessandra Marques, o programa primeiramente recebeu o nome de Vagalume, tendo sido transmitido inicialmente no dia 15/08/2001, através da Rádio Verdes Florestas, de Cruzeiro do Sul. A escolha do nome inicial se deu baseada na missão idealizada pelos amigos, que tinham em comum a paixão pelo Direito: representar uma pequena luz para as pessoas.

Posteriormente, recebeu o nome atual – Audiência Pública. Hoje, faz parte dos programas institucionais do Poder Judiciário acreano e é apresentado na Rádio Difusora Acreana pelo Juiz de Direito Cloves Ferreira com colaboração permanente do servidor do Tribunal, radialista e estudante de jornalismo Marcio Bleiner.

 

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Publicado em 09/11/2016