Processo de Virtualização: Tribunal de Justiça já virtualizou mais de 70 mil processos

O Tribunal de Justiça do Acre continua avançando no Projeto de Virtualização das unidades que integram o Poder Judiciário Estadual. Até agora já foram digitalizados 70.995 processos, sendo 60.663 deles na Capital, e 10.332 nas Comarcas do interior do Estado. Os dados correspondem a uma média de 62% do total de processos que atualmente estão em tramitação.

Na Capital, o índice é ainda maior, pois cerca de 77,2 % dos processos da Comarca de Rio Branco já foram virtualizados, faltando apenas os que tramitam nas Varas Cíveis, na  2ª Vara de Fazenda Pública e na Vara de Órfãos e Sucessões. Já nas Comarcas do interior o índice é de aproximadamente 37,4% de processos virtualizados.

Quatro frentes simultâneas

Os trabalhos estão sendo conduzidos simultaneamente a partir de quatro frentes: uma na Comarca de Rio Branco; outra partindo da Comarca de Senador Guiomard rumo aos municípios do Vale do Alto Acre; uma terceira partindo da Comarca de Bujari em direção ao Vale do Juruá e, finalmente, uma quarta na Comarca de Cruzeiro do Sul.

O Projeto de Virtualização é uma das metas prioritárias do Poder Judiciário do Estado do Acre. Seu principal objetivo é garantir maior rapidez, segurança e eficiência no trâmite processual em todo o estado.

Ampliando o acesso

Uma das principais vantagens da virtualização é a possibilidade das partes e advogados realizarem consultas online, através da Internet, dos dados básicos dos processos em tramitação, incluindo o teor de despachos, decisões e sentenças.

Além disso, o acesso foi ampliado: antes, só era possível realizar uma consulta durante o horário de funcionamento das varas e fóruns, agora o acesso pode ser realizado durante as 24 horas do dia, a partir de qualquer computador conectado à Internet.

Diminuindo gastos

Outro benefício do processo virtual está na redução significativa de gastos com papel, armazenamento, conservação e até mesmo o transporte físico de processos.

Segundo um estudo realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a economia pode chegar a 40% – vai desde a redução de despesas com combustíveis às remessas feitas através dos Correios.

A previsão do Núcleo de Estatística e Gestão Estratégica do TJAC é de que até o final de 2012 todos os processos em tramitação no estado estejam virtualizados.

Acompanhe o áudio da matéria:

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 07/07/2015