Presidente em exercício do TJAC participa de sessão especial da Aleac em homenagem ao Dia Internacional da Mulher

A presidente em exercício do Tribunal de Justiça do Acre, desembargadora Cezarinete Angelim, foi uma das homenageadas da sessão especial da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) alusiva ao Dia Internacional de Mulher, comemorado no último sábado, 8 de março.

A sessão realizada nessa quarta-feira (11) foi presidida pelo deputado Élson Santiago, presidente da Aleac.

Também compuseram a mesa diretora o primeiro secretário da Aleac, deputado Ney Amorim, a deputada Antônia Sales, a subprocuradora da Casa Civil e representante do governo do Acre, Nazaré Lambert, além das primeiras damas do estado do Acre e do município de Rio Branco, Marlúcia Cândida e Gilcélia Viana, respectivamente.

Representando as magistradas do TJAC, também participou da sessão como convidada a juíza titular da 5ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, Olívia Ribeiro.

Falando aos presentes, Cezarinete Angelim lembrou que o Poder Judiciário do Estado do Acre tem, em seus quadros, mulheres “brilhantes e corajosas”, as quais têm atuado incessantemente em prol da sociedade. “No dia em que nós, desembargadoras, juízas, a magistratura em si, tivermos medo, nenhum cidadão e, por conseguinte, nenhuma mulher poderá dormir sossegada. A mulher que ostenta a toga tem que ser, obrigatoriamente, uma mulher de coragem”, disse ela, arrancando aplausos dos presentes.

A presidente em exercício do TJAC ressaltou ainda que a Justiça Acreana tem como pedra angular “ir até onde o povo está”, através do desenvolvimento de importantes ações de cunho social, como os projetos Cidadão, Justiça Volante, Justiça na Comunidade, Cidadania e Justiça na Escola, dentre vários outros, além de uma magistratura destacada nacionalmente “tanto no que se refere à produtividade quanto ao combate ao crime organizado, à corrupção e à pedofilia”.

A desembargadora destacou ainda a atuação do Poder Judiciário Acreano na luta pelo fim da violência doméstica e familiar contra a mulher. Fazendo menção ao trabalho desenvolvido pela juíza Olívia Ribeiro à frente da Vara de Violência Doméstica e Familiar, cuja titularidade exerceu até o ano de 2013, a presidente em exercício falou que o trabalho desenvolvido pela unidade judiciária representa “uma busca pela dignidade da mulher, para que todas tenham dentro de seus lares a paz e a tranquilidade que merecem”, finalizou.

Também o presidente da Aleac, deputado Élson Santiago, prestou sua homenagem às mulheres acreanas, a quem chamou de “bravas guerreiras” pelo afinco e determinação com que constroem seus sonhos, suas vidas e seus destinos. “Essa é uma data muito importante para todos nós. A mulher sempre teve, tem e terá uma importância fundamental para a formação de nossa sociedade e de nossas vidas. Somos todos filhos dessas bravas guerreiras, que conduzem com amor, firmeza e doçura nossa formação e a formação de nosso caráter”, destacou.

Durante a sessão especial da Aleac, foram agraciadas com buquês de rosas a representante das mulheres haitianas no Acre, Anita Derruster, a representante das mulheres em luta contra o câncer, Patrícia Jansen, a representante das mulheres em luta contra a dependência química, Lucineide de Souza, e a representante das margaridas do Município de Rio Branco, Edilene Lira.

A sessão foi encerrada ao som da música Rosa, de autoria do compositor e músico carioca Pixinguinha, interpretada pelos cantores Ivana Pacífico e Lidson Almeida.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 17/06/2015