Presidente do Tribunal de Justiça recebe visita de cortesia de vice-governadora

Na ocasião foi discutido o melhoramento do Centro Socioeducativo e possíveis parcerias para programas destinados aos jovens de prevenção do uso de drogas.

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargadora Denise Bonfim, recebeu em seu gabinete, na Sede Administrativa, nessa segunda-feira (29), a vice-governadora Nazaré Araújo. A reunião foi acompanhada pela corregedora geral da Justiça, desembargadora Waldirene Cordeiro, o juiz-auxiliar da Presidência, Lois Arruda, e o juiz-auxiliar da Corregedoria, Cloves Ferreira.

Na ocasião, foi discutido o melhoramento para o Centro Socioeducativo e possíveis parcerias para programas de prevenção do uso de drogas destinados aos jovens.

A vice-governadora levantou números de adolescentes internos em Rio Branco destacando que muitas das infrações cometidas possuem relação com o uso de álcool e outras drogas e comentou sobre a necessidade de maior fiscalização nas áreas de fronteiras.

Na oportunidade, parabenizou ainda à presidente pelo cargo recém-ocupado e se colocou à disposição para parcerias com o Poder Judiciário.

“Pedimos muito que ocorra a união de todas as forças para a fiscalização nas áreas de fronteira. Vejo que a prevenção ainda é a melhor forma para evitarmos que nossos jovens caminhem para o mundo do crime”, comentou a vice-governadora, Nazaré Araújo.

Da mesma forma, a desembargadora-presidente agradeceu pela visita e colocou a gestão à disposição para trabalhar em conjunto com o Poder Executivo em prol da comunidade.  Ela destacou que a gestão continuará marcada pelo diálogo institucional.

“Nós agradecemos a visita e na próxima semana vamos firmar oficialmente uma parceria para o melhoramento do Centro Socioeducativo”, disse a desembargadora-presidente.

Projeto Cidadão

O Projeto Cidadão, que será aberto oficialmente nesta terça-feira (30), também fez parte da reunião. A primeira edição de 2017 será realizada dia 2 de junho, no município de Porto Acre, Assentamento Dirigido (PAD) de Humaitá. Diversos serviços serão oferecidos à comunidade, como a emissão de documentos, orientações jurídicas, atendimento médico – e a Edição Especial do Casamento Coletivo.

A corregedora-geral da Justiça Waldirene Cordeiro frisou também sobre a importância do fortalecimento da segurança nas fronteiras, por ser locais de maior vulnerabilidade, e comentou sobre o Projeto Cidadão que será realizado em Porto Acre, onde o Governo do Estado também promoveu recentemente uma ação de cidadania.

 

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Publicado em 30/05/2017