Presidente do Tribunal anuncia entrega de computadores e contratação de novos servidores

O presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Roberto Barros, realizou na manhã desta segunda-feira (19) uma visita à Central de Mandados (Ceman) e à Contadoria do Foro da Comarca de Rio Branco.

Acompanhado do juiz-auxiliar da presidência, Cloves Ferreira, ele vistoriou as instalações de ambos os setores e ouviu opiniões e sugestões dos servidores acerca do trabalho desempenhado e da necessidade de realização de reformas e mudanças estruturais nos locais.

Para o presidente do Tribunal, “a gestão precisa avançar não apenas nas unidades judiciárias em si, mas em setores cujo trabalho é fundamental para que o Judiciário do Acre desponte cada vez mais como referência em celeridade e na resolução de conflitos”. É por essa razão que está sendo dada uma atenção especial à Ceman e à Contadoria.

Parceria do CNJ

Na ocasião, o desembargador anunciou a destinação imediata de 14 novos computadores ao setor administrativo da Ceman. Os equipamentos serão utilizados principalmente para o recebimento e distribuição de mandados, conferência das certidões emitidas pelos oficiais, bem como consultas processuais e serviços burocráticos.

Segundo Roberto Barros, a Administração também prevê a destinação, em um segundo momento, de outros 25 computadores que deverão ser utilizados exclusivamente pelos oficiais de Justiça da Comarca de Rio Branco. Os equipamentos foram doados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), como parte dos programas de modernização do Poder Judiciário e fortalecimento do primeiro grau de jurisdição.

No caso da Contadoria do Foro da Comarca de Rio Branco, Roberto Barros anunciou a contratação de três novos contadores aprovados no último processo seletivo para contratação de servidores que irão auxiliar na demanda do setor.

Além disso, o presidente do TJAC anunciou a realização de um estudo acerca da possibilidade de realocação da Ceman e da Contadoria para outros setores do Fórum Barão do Rio Branco. De acordo com ele, caso isso não seja possível, uma ampla reforma deverá ser realizada com a maior brevidade possível para garantir um bom ambiente de trabalho para os servidores e a operacionalidade desses setores, considerados indispensáveis para o bom andamento dos trabalhos judiciais.

A supervisora Zeneide Lima se disse feliz pela preocupação da presidência da instituição com a situação enfrentada pela Ceman e pela Contadoria. “É muito importante que ele tenha vindo até aqui para verificar in loco nossas necessidades. É até incomum nós vermos isso, um presidente se deslocar até aqui para verificar a situação pessoalmente. Nós estamos esperançosos de que essas mudanças serão realizadas”, ressaltou.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 17/04/2015