Presidente do TJAC participa de cerimônia da entrega de casas de programa habitacional

O presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Roberto Barros, participou na manhã desta quinta-feira (22) da cerimônia de entrega das primeiras 392 casas do programa habitacional Cidade do Povo.

Também estiveram presentes, dentre outras autoridades, o governador Tião Viana, os ministros das Cidades e da Integração Nacional, Gilberto Occhi e Francisco Teixeira, respectivamente, além do prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre e do procurador-geral do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), Oswaldo D´Albuquerque.

Falando aos presentes, Roberto Barros elogiou as virtudes do programa e destacou que a Justiça Acreana também estará presente no local, disponibilizando à população seus serviços e orientações.

“Nós estamos aqui para celebrar a concretização de uma política pública. Aqui haverá habitação, saúde, educação, saneamento, trabalho e vai existir Justiça também, porque nós já escolhemos, de forma conjunta, o terreno para o Tribunal erguer sua unidade, porque Justiça é algo que nosso povo merece e que certamente terá nesse local”, disse.

Roberto Barros também lembrou que uma das maiores qualidades do programa reside em solucionar “um dos maiores problemas da cidade de Rio Branco”, referindo-se à destinação das primeiras unidades habitacionais às famílias retiradas de áreas de risco.

“Efetivamente é mais do que um bairro. É uma cidade projetada, pensada e executada para dar as melhores condições de vida para o povo do Acre”, ressaltou.

O governo do Acre, Tião Viana, agradeceu a todos que se envolveram direta e indiretamente na execução do projeto e fez um apelo em especial para que as famílias que vão morar no local estejam atentas ao poder desagregador do álcool e das drogas.

“Esse é um momento muito importante da nossa história. É uma cidade sendo edificada dentro de outra cidade. Não vamos deixar a droga entrar, não vamos deixar o álcool entrar. Essa, eu tenho certeza, vai ser a cidade da paz, da tranquilidade, da responsabilidade social e da cidadania”, falou Tião Viana.

Por sua vez, o ministro das cidades, Gilberto Occhi, lembrou que os serviços e bens disponibilizados através da parceria entre os governos estadual e federal são frutos dos próprios impostos pagos por todos os cidadãos, revertidos principalmente “em benefício daqueles que mais precisam”.

“Nós estamos aqui devolvendo os investimentos e impostos que todos os brasileiros pagam. É a moradia, a casa própria, digna. É nessas coisas que volta o dinheiro dos impostos. Não vendam, não troquem, nem aluguem. Isso foi feito para vocês, para que vocês possam morar com dignidade. Nessas casas só entra quem precisa”, finalizou.

Postado em: Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 09/10/2014