Presidente do TJAC e coordenadora da Infância e da Juventude visitam abrigos

Poder Judiciário Acreano tem se empenhado em cumprir sua responsabilidade social.

O presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargador Francisco Djalma, visitou, neste domingo, 21, as casas de acolhimento Maria Tapajós e Sol Nascente. No local, abrigam adolescentes vítimas de abandono, negligência e outros tipos de violência.

Acompanhado da coordenadora da Infância e da Juventude, desembargadora Regina Ferrari, a visita teve a finalidade de proporcionar um pouco mais de alegria aos adolescentes abrigados nesses locais que, raramente, possuem contatos com familiares.

“Sabemos da dificuldade de cada um nesses abrigos, mas nunca podemos perder a esperança de dias melhores. Nesse domingo de Páscoa trouxemos mensagens motivacionais. É uma tentativa de reverter o sentimento de solidão e abandono de muitos durante essa data”, disse o desembargador-presidente.

Ele acrescentou ainda que o Poder Judiciário Acreano tem se empenhado em cumprir sua responsabilidade social para despertar o senso de solidariedade nas pessoas.

Na oportunidade, foram distribuídos chocolates, além de outros donativos aos adolescentes. No Maria Tapajós, por exemplo, abrigo feminino, foi anunciada a criação de uma biblioteca para incentivar os adolescentes à leitura.

A coordenadora da Infância e da Juventude, desembargadora Regina Ferrari, destacou sobre a união para proporcionar outras formas de cuidado além do acolhimento.

“A manhã de domingo foi muito proveitosa. O trabalho nos mostrou que juntos, além de garantir a proteção para os acolhidos, podemos proporcionar outras formas de cuidado além do acolhimento. Que todos possam relembrar da mensagem que Cristo nos deu, quando ressuscitou”, destacou.

Ela enfatizou também sobre diversas atividades que serão desenvolvidas nos abrigos e escolas.

As visitas, que terminaram no Centro Socioeducativo Mocinha Magalhães, abrigo destinado a adolescentes do sexo feminino em conflito com a lei, foram acompanhadas ainda pela juíza de Direito Rosinete Reis, promotor de Justiça Maia Guedes, representantes da Prefeitura de Rio Branco e dos Conselhos Tutelares.

 

 

 

 

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:,