Presidente do TJ participa de Fórum do Desenvolvimento Sustentável

O presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Samoel Martins Evangelista participou hoje pela manhã da solenidade de instalação do Fórum de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Acre no Teatro Plácido de Castro. O Fórum reuniu dirigentes dos diversos setores produtivos da economia acreana, empresários, políticos e administradores públicos e representantes do movimento dos trabalhadores rurais do Estado. Organizado pelo Governo do Estado do Acre, Federação das Indústrias, Federação do Comércio, Federação da Agricultura, Associação Comercial, Sebrae, e Universidade Federal do Acre, a instalação contou ainda com a presença ministro interino da Fazenda, Murilo Portugal, do governador Jorge Viana, do vice-presidente do Senado Tião Viana e dos deputados federais Nilson Mourão (PT) e Perpétua Almeida (PcdoB). O principal tema da primeira reunião foi a discussão dos investimentos e a logística de execução da “Estrada do Pacífico” no trecho Peruano. O Painel de discussão foi realizado a tarde com participação de representantes do governo brasileiro e das empresas que irão trabalhar no asfaltamento do trecho que está sendo financiado pelo governo brasileiro e vai garantir a integração dos dois países vizinhos. O objetivo do Fórum é levantar o debate público sobre o desenvolvimento sustentável do Acre e da Amazônia com representantes da sociedade. Durante o evento, o secretário de Planejamento Gilberto Siqueira fez a apresentação do porfólio, que conta 25 obras de grande impacto na economia acreana, algumas realizadas em estados e países vizinhos. Constam do portfólio, obras como a construção da estrada do Pacífico – trecho peruano; o complexo hidrelétrico do Rio Madeira; Pavimentação da Rodovia Federal BR-317 (Trecho Estr. BR-364 – Senador Guiomard – Boca do Acre/AM); Programa de Desenvolvimento Sustentável do Acre – Contrato BID OC/BR 1399 e a segunda fase do projeto do BNDES, que somam investimentos de R$ 20 bilhões nos próximos cinco anos. O governador Jorge Viana disse, na abertura do Fórum, que a realização do evento, além de significar a unidade dos empresários representantes do setor produtivo em parceria com as instituições governamentais, como o próprio governo do Estado, governo federal, Banco da Amazônia e parlamentares, é também fruto do trabalho que a administração do governo da Floresta vem realizando no Estado ao longo dos últimos seis anos e meio. Fonte: Assessoria de Imprensa do TJAC

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 18/07/2005