Presidente da AMB critica súmula vinculante e teto salarial de juizes

O presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, juiz Rodrigo Collaço, está em Rio Branco e agora a tarde faz sobre “A Reforma do Judiciário, o Conselho Nacional de Justiça e a Súmula Vinculante – A Independência do Magistrado – A Magistratura Hoje e a Visão do Futuro”, no 2º Ciclo de Gestão do Poder Judiciário, promovido pela Escola Superior da Magistratura do Acre – Esmac. O evento estará sendo realizado às 16h no auditório do Ministério Público Estadual. Pela manhã, em entrevista coletiva, Collaço criticou a implantação da súmula vinculante no país, defendeu a implantação da súmula impeditiva de recurso e disse que a reforma do judiciário trouxe benefícios para a justiça brasileira, precisa avançar em questões importantes como a reforma processual. Collaço também criticou o teto salarial dos juizes e disse ser estranho o fato de que um juiz com 30, 40 anos de serviço, receba o mesmo salário de um juiz recém contratado. Segundo ele, a falta de uma diferença salarial no tempo de serviço é uma anomalia do sistema que precisa ser revisto. Sobre a crise política que o país enfrenta, disse se tratar de uma situação gravíssimas mas que pode trazer bons resultados para o país desde que as denúncias sejam seriamente apuradas no âmbito político – Congresso Nacional – e na esfera judicial. “Eu creio que o país pode sair melhor dessa crise e o judiciário tem participação fundamental neste processo”, disse Rodrigo Collaço. Fonte: Assessoria de Imprensa do TJAC

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 02/09/2005