Presidência do Tribunal apresenta balanço dos 100 primeiros dias de gestão

Objetivo é garantir transparência, prestação de contas e visibilidade às ações desenvolvidas em prol do Judiciário Acreano e dos cidadãos.

A desembargadora-presidente Cezarinete Angelim apresentou nesta quarta-feira aos membros da Corte de Justiça Acreana um balanço sobre os 100 primeiros dias de gestão. Os desembargadores receberam um informativo com a delimitação das principais ações, projetos, e iniciativas realizados nos últimos três meses.

Ao agradecer aos seus pares pelo apoio recebido no âmbito do Tribunal Pleno, a desembargadora destacou que o objetivo é garantir transparência e a prestação de contas sobre as atividades desenvolvidas em sua de gestão.

desa-cezarinete-angelim-mai15-1

Informativo

O Informativo Especial 100 dias de gestão apresenta em ordem cronológica o que de mais importante aconteceu neste primeiro trimestre de 2015. O volume de ações desenvolvidas chama a atenção, levando em conta o pequeno lapso temporal. A Campanha Judiciário Solidário, o Projeto Bosque Florido e o Programa Qualidade Vida; a retomada do Projeto Cidadão, agenda institucional com a Bancada Federal em Brasília, o lançamento do novo site do Tribunal de Justiça do Acre e a Programação Especial Semana das Mães foram apenas algumas delas.

O novo período de trabalho, descortinado pela Presidência do TJAC, é marcado pelo compromisso e pela transparência.

100dias-tjac-mai15-1

As iniciativas vão ao encontro do modelo de “Justiça do Terceiro Milênio”, o qual amplia o acesso dos cidadãos ao Judiciário, desperta para uma maior aproximação com as pessoas e estabelece a busca do bem comum – o que exige uma real mudança de mentalidade e de cultura, com capacitação multidisciplinar e visão humanística em todos os níveis dentro do Poder Judiciário Estadual.

O Informativo destaca que o trabalho só foi possível pela soma de esforços dos que integram a Administração, da Vice-Presidência e da Corregedoria Geral da Justiça, mas também dos demais membros da Corte de Justiça Acreana; além dos diretores, gerentes, assessores e secretários.

As ações estão em conformidade com as diretrizes definidas pela atual gestão do Tribunal, o Planejamento Estratégico 2015-2020, as Metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e, não menos importante, com os anseios dos cidadãos.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Publicado em 27/05/2015