Presidência do TJAC recebe visita institucional de representantes do Idaf

Diretor-presidente Mamed Dankar destacou que têm chamado a atenção os trabalhos na área social realizados pela atual gestão do Tribunal.

A desembargadora-presidente Cezarinete Angelim recebeu nesta sexta-feira (12) a visita institucional de representantes do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf). O encontro aconteceu na Sede Administrativa do Tribunal de Justiça do Acre, e também teve as presenças da juíza-auxiliar da Presidência, Mirla Regina, e de diretores do Tribunal.

Logo no início da reunião, o diretor-presidente do instituto, Mamed Dankar, agradeceu pela oportunidade, e elogiou o trabalho desenvolvido pela atual gestão. “Temos acompanhado as ações realizadas e visto que a senhora tem se preocupado com a questão social, tratando-a como uma prioridade”, afirmou.

reuniao_idaf_tjac_2

A presidente do Tribunal de Justiça Acreano ressaltou que o diálogo institucional e as parcerias são fundamentais para o fortalecimento do Acre. Ela assinalou que “o Tribunal de Justiça integra a agenda de políticas públicas, principalmente no que diz respeito aos assuntos de Estado e à defesa dos interesses dos cidadãos”.

O trabalho do Idaf e parcerias

Segundo Mamed Dankar, a sociedade precisa conhecer melhor o trabalho feito pelo Idaf, bem mais amplo do que se possa imaginar. Exemplo disso, é que o órgão é parceiro das empresas e é um dos responsáveis pela qualidade do que é consumido pela população. “Estamos indo além do que já fazemos habitualmente, na defesa animal, defesa vegetal e inspeção. O resultado do que faz o Idaf acaba chegando ao consumidor, seja no leite, no queijo ou em qualquer outro produto que a gente fiscaliza”, explicou.

Ele citou atividades da suínocultura e psicultura e os expressivos avanços alcançados, embora o Idaf tenha sido criado há pouco tempo (2003).

A desembargadora-presidente considerou que a medida é “extremamente relevante termos conhecimento desse trabalho, pois garante tanto a segurança quanto a qualidade do que chega à mesa dos cidadãos”.

reuniao_idaf_tjac_1

Mamed frisou também que o Instituto contribui diretamente na produção. “Em 2015 comemoramos os dez anos do Acre livre da aftosa”, disse, a respeito da política pública de saúde animal no Estado.

A presidente exemplificou ações como o Projeto Cidadão, em que o Tribunal vai até a comunidade, para prestar relevantes serviços de cidadania às pessoas, ampliando o seu acesso à Justiça. “Podemos definir campanhas, ações e parcerias”, disse.

A confiança e credibilidade do TJAC têm sido elogiadas por representantes de diversas instituições, as quais têm procurado a Administração para estabelecer maior aproximação e agendas conjuntas.

O Tribunal de Justiça do Acre foi considerado em 2015 a instituição mais confiável do Estado. Entre os poderes constituídos no Estado, o Judiciário foi agraciado com o título de mais confiável, com 62,30% da preferência dos entrevistados. O reconhecimento foi obtido com pesquisa de opinião realizada em pelo Instituto Data Control em diversos municípios do Acre.

 

 

 

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 22/02/2016