Presidência do TJAC lança na segunda-feira (5) a Agenda Ambiental 2017-2019

Programação traz uma série de atividades voltadas ao cuidado com a natureza, consumo consciente e à preservação do planeta.

A Presidência do Tribunal de Justiça do Acre lança na segunda-feira (5) a Agenda Ambiental 2017-2019, com uma série de atividades voltadas ao cuidado com a natureza e à preservação do planeta. A programação tem início a partir das 10 horas, no Átrio do Edifício-Sede, sob a condução da desembargadora-presidente Denise Bonfim.

A data foi escolhida porque nela se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, e demarca o início do cronograma de ações destinadas ao tema – as quais estão alinhadas às diretrizes da atual gestão.

Em seguida, haverá a abertura da Feira de Artesanato (com exposição e venda de artesanato, cestaria, móveis, marchetaria, utilitários, plantas ornamentais, feira orgânica). Também haverá um Desfile de Biojoias.

No segundo dia da programação, terça-feira (6), a partir das 10 horas, no hall das Câmaras de Julgamento, haverá o Vernissage da Exposição Coletiva “(De)existência das coisas”.

Em seguida, será feita a assinatura do Termo de Cooperação Técnica com a Prefeitura de Rio Branco – Área de Proteção Ambiental (APA). E, não menos importante, do Termo de Cooperação Técnica com o Projeto Catar – Coleta Seletiva; além da continuação da Feira de Artesanato.

O Projeto +Akatur

A palavra Akatu tem origem no tupi e tem duplo significado, semente boa e mundo melhor.

O +Akatu é idealizado pela Presidência do TJAC, e concebido pela Diretoria de Gestão Estratégica (Diges), em parceria com outros setores, como a Diretoria de Informação Institucional. O slogan definido é “semente boa, mundo melhor”.

O projeto colocará em prática várias ações, incluindo a criação de um hotsite relacionado ao tema.

A ideia é conscientizar as pessoas a partir de cenários institucionais, empresariais e sociedade em geral, e mobilizá-las para causas ambientais.

Nesse contexto, o Tribunal de Justiça Acreano, preocupado com questões tão relevantes nesse âmbito, vem perseguindo os desafios de sustentabilidade, previstos no Planejamento Estratégico 2015-2020, em consonância com a Resolução nº 201/2015, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O planejamento também está voltado à execução e ampliação do Plano de Logística Sustentável (PLS), que traz objetivos, responsabilidades, ações, metas, prazos de execução.

Objetivos

Implantar e difundir, de forma definitiva, a cultura da sustentabilidade no TJAC, por meio de ações de incentivo e de conscientização (como o descarte adequado de resíduos e de bens de consumo), e ainda, adotar medidas de controle e monitoramento dessas ações.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 04/06/2017