Obras da Cidade da Justiça seguem em ritmo acelerado

As obras do Fórum Criminal e do Fórum dos Juizados Especiais da Cidade da Justiça seguem em ritmo acelerado com várias empresas trabalhando no local, são mais de 300 pessoas em ação.

Na obra do Juizado já está sendo finalizada a fundação e blocos do prédio central, além disso está sendo feita a escavação da drenagem profunda, e 80% dos pilares do subsolo já foram fixados. O galpão para armazenar material e equipamentos também já está pronto.

A Emurb continua o trabalho de urbanização, são dez máquinas fazendo corte, drenagem e aterro no terreno. O trabalho segue também na construção da guarita e muro que irá guarnecer todo o conjunto arquitetônico.

No Fórum Criminal as equipes trabalham na finalização de alguns espaços, em detalhes da obra que devem garantir o conforto de magistrados, servidores e a população que procurar os serviços.

O presidente do TJAC ressaltou o que representa a obra da Cidade da Justiça. “Essa obra representa a concretização da primeira grande ação da Cidade da Justiça. Um espaço pensado e projetado, que está sendo executado para que o cidadão que procure o Judiciário tenha os melhores serviços. Esse é um momento de satisfação, de certa forma de reconhecimento do trabalho iniciado em gestões anteriores, que a gente está dando continuidade, e esperamos que também seja dado continuidade nas gestões futuras”, finalizou o presidente.

Cidade da Justiça

Concebido como um dos principais e estratégicos projetos da atual gestão do TJAC, a Cidade da Justiça terá na qualidade e na eficiência do serviço público dois importantes princípios, seguindo a tendência dos modernos centros urbanos em concentrar espacialmente atividades e serviços públicos para melhor ocupação e organização da cidade.

O empreendimento permitirá a reunião de todos os serviços judiciários em um mesmo local, amplo e estruturado. Com facilidade de acesso e transporte, a comunidade forense e a população serão recebidas com maior conforto e terão um atendimento mais otimizado.

É possível acompanhar todas as etapas do empreendimento por meio do link disponibilizado no site do Tribunal.

A Cidade da Justiça de Rio Branco irá beneficiar principalmente os cidadãos que batem à porta do Judiciário à procura da chamada tutela jurisdicional (resposta institucional com vistas à solução de conflitos). Além disso, magistrados e servidores do TJAC também serão beneficiados com instalações mais amplas, adequadas e seguras.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 31/07/2015