Nova unidade para os setores de Arquivo, Patrimônio e Almoxarifado

 A Presidente do Tribunal de Justiça do Acre, Desembargadora Izaura Maia, acompanhada do Vice-Presidente, Desembargador Pedro Ranzi, assinou ontem, 13, a ordem de serviço para construção do complexo onde funcionarão os seguintes setores: Arquivos Administrativo e Judicial, Patrimônio e Almoxarifado do Poder Judiciário.

 

O ato solene aconteceu na Sala de Reuniões do TJAC, e contou com a presença de Aristeu Sá de Souza, representante da empresa Editec Edificações Ltda, vencedora do processo licitatório, que recebeu das mãos da Presidente Izaura Maia a ordem de serviço.

 

O complexo será construído em terreno doado pelo Governo do Estado do Acre. A área é contígua ao terreno onde está sendo erguida a futura sede do TJAC, localizada no Centro Administrativo da cidade de Rio Branco.

 

A nova unidade terá 3.470,6 m² de área construída e oferecerá ambiente amplo e estruturado para as atividades desenvolvidas pelos setores que engloba. O Arquivo Administrativo e Judicial contará com hall externo e interno, salas de espera, administração, consulta e pesquisa, plataforma para entrada e saída de materiais, banheiros, copa e área de serviço.

 

O Almoxarifado também possuirá hall externo e interno, salas de espera e administração, banheiros, copa, área de serviço, além de sala climatizada para acondicionar materiais, espaço para triagem e recepção de mercadorias e sala para guardar equipamentos de informática. Já o Patrimônio contará com hall externo e interno, salas de espera, administração, consulta e pesquisa, banheiros, copa, área de serviço e plataforma para entrada e saída de mercadorias.

 

"Agilidade nas obras e rígida fiscalização". Esta tem sido a orientação da Desembargadora Izaura Maia para o andamento das obras do Judiciário no Estado. O prazo para execução da obra do complexo é de 120 dias e a expectativa da Presidente é inaugurar o novo espaço em dezembro deste ano.

 

O Vice-Presidente, Desembargador Pedro Ranzi, enalteceu o esforço da Administração em promover condições materiais para que o Judiciário exerça dignamente suas atividades. “Parabéns a todos e que esses investimentos prossigam para levar melhor jurisdição ao povo acreano.”

   

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 14/08/2008