Nota de Pesar

O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Acre, Desembargador Pedro Ranzi, comunica à classe forense e à comunidade em geral, o falecimento do Juiz de Direito aposentado Jurandyr Rodrigues da Silva, aos 87 anos.

 O Juiz faleceu à 01h do dia 11.06.2010 (sexta-feira), na Casa de Saúde Pinheiros Machado, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), em virtude de broncoaspiração provocada pela doença de Alzheimer. Seu velório ocorreu na Capela do Cemitério São João Batista, naquela cidade, local onde também foi sepultado às 16h de sexta-feira.  

Natural de Igarapé Açu, no Estado do Pará, Jurandyr Rodrigues da Silva veio para o Acre a convite do professor Aulio Gélio para atuar como professor do Ginásio Acreano, em Rio Branco. Posteriormente, foi transferido para a cidade de Cruzeiro do Sul, onde assumiu a função de Diretor da Escola Craveiro Costa.

Mais tarde, em virtude da sua formação como bacharel em Direito, foi nomeado para atuar como Juiz Substituto Temporário da 3ª Seção Judiciária (Cruzeiro do Sul), por meio do Decreto Governamental nº 62, de 22 de abril de 1966. Transferiu-se para a 1ª Seção Judiciária (Rio Branco) em dezembro de 1967. Anos mais tarde, em dezembro de 1981, adquiriu sua vitaliciedade. Aposentou-se em abril de 1985.

Ele foi um dos fundadores da Associação dos Magistrados do Acre (ASMAC), exercendo a função de secretário durante a Assembléia de Fundação, presidida pelo Desembargador Fernando de Oliveira Conde, no ano de 1979. Além disso, trabalhou por vários anos como professor da Universidade Federal do Acre (UFAC), contribuindo para o crescimento e fortalecimento da instituição.

Jurandyr Rodrigues foi casado com a senhora Terezinha Rodrigues da Silva, com quem teve dois filhos.

O Presidente Pedro Ranzi, em nome da Direção do Tribunal de Justiça, solidariza-se com a família enlutada e pede a Deus o consolo necessário neste momento de tristeza e dor.

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 21/05/2014