Nota de Pesar

Tribunal de Justiça do Acre manifesta sentimento de pesar pelo falecimento do senhor Wildy Viana Neves.

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) manifesta sentimento de pesar pelo falecimento do senhor Wildy Viana Neves, pai do governador do Estado, Tião Viana, e do senador Jorge Viana.

Vítima de complicações respiratórias, ele morreu na tarde desta segunda-feira (13), aos 87 anos, na UTI do Pronto Socorro de Rio Branco. A informação foi confirmada pelos familiares, inclusive pelo chefe do Executivo Estadual.

Wildy Viana fora internado na noite da última quarta-feira (8), com princípio de insuficiência respiratória, diagnosticado com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). Embora tenha sido submetido a uma sessão de radioterapia, e outros tratamentos, o estado de saúde já era muito grave, não resistindo.

Os membros do Tribunal ressaltaram a relevância do acreano, cuja história contribui para o aprimoramento da política do Estado, tendo ocupado cargos de vereador, prefeito e deputado.

O Poder Judiciário do Estado assinala a profunda perda e se solidariza com a família enlutada, pedindo a Deus o consolo necessário nesse momento de consternação.

O corpo de Wildy Viana Neves será velado no Palácio Rio Branco, sede simbólica do governo do Acre, no Centro da Capital, a partir das 17h desta segunda-feira, ocasião reservada à família. A partir das 19h, a cerimônia será aberta ao público. O local do sepultamento ainda não foi divulgado.

Nascido em 26 de abril de 1929, em Brasiléia, o senhor Wildy Viana das Neves, filho de Virgílio Viana das Neves e de Sebastiana Lopes Viana, era radiotelegrafista. Na carreira política, começou como vereador em Rio Branco no ano de 1963, pela antiga União Democrática Nacional (UDN). Com a outorga do bipartidarismo durante a ditadura pelo Ato Institucional Número Dois, optou pela Aliança Renovadora Nacional (Arena).

Foi eleito presidente da Câmara Municipal de Rio Branco em janeiro de 1966, assumindo a prefeitura após a cassação de Aníbal Miranda. Posteriormente, deixou o cargo no mês de julho, em virtude do pleito de outubro, quando foi eleito deputado estadual também pela Arena, reelegendo-se em 1970 e 1974.

Em novembro de 1978, Wildy Viana foi eleito deputado federal, sendo reeleito pelo PDS em 1982.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 13/03/2017