MPE vai investigar ex-prefeita

O procurador geral da Justiça, Eliseu Buchmeier, que também foi favorável à negativa do Mandado de Segurança, requereu remessa de cópias dos autos dos Mandados de Segurança dos servidores demitidos da prefeitura de Sena Madureira para que seja aberto procedimento no âmbito do MPE para uma futura ação penal contra a ex-prefeita de Sena Madureira Toinha Vieira. Segundo o procurador, a ex-prefeita cometeu crime previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal ao contratar servidores seis meses antes de deixar o cargo e por isso pode ser responsabilizada criminalmente. A pena, neste caso, é prisão de um a quatro anos, além da declaração da inelegibilidade da prefeita por cinco anos. Fonte: Assessoria de Imprensa do TJAC

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 27/04/2005