Meta 5: TJAC conclui Oficina de Simplificação dos Fluxos de Trabalho

O Tribunal de Justiça do Acre concluiu na semana passada a Oficina de Simplificação dos Fluxos de Trabalho das Unidades Judiciárias, que em sua última fase envolveu 19 Juízes das Varas Cíveis e 16 Criminais de todo o Estado. Na ocasião, foram apresentadas aos magistrados as novas propostas de fluxos construídas pelos escrivães de cada área.

Após essa etapa, as unidades judiciárias iniciaram nesta semana a implantação dos novos fluxos. Nesse sentido, o TJAC irá cumprir a Meta 5 instituída pelo Poder Judiciário Nacional, que determina a implantação de um método de gerenciamento de rotinas (gestão de processos de trabalho) em pelo menos 50% das unidades judiciárias de 1º grau, até o término de 2010. O objetivo principal é simplificar o fluxo do processo  comum ordinário, da petição inicial à sentença e implantá-lo após validação.

A oficina, coordenada pelo Núcleo de Estatística e Gestão Estratégica (NEGEST), aconteceu na sede do SEST/SENAT, em Rio Branco, em 4 blocos: no primeiro, realizado entre os dias 8 e 10 deste mês, estiveram reunidos 27 escrivães criminais; no segundo, entre os dias 16 e 18, os 20 escrivães cíveis. No terceiro, os juízes das Varas Criminais, na quinta-feira (25). Já na sexta-feira (26), foi a vez dos magistrados que atuam nas Varas Cíveis.

O encerramento dos trabalhos foi acompanhado pelo Presidente e Vice-Presidente do TJAC, desembargadores Pedro Ranzi e Adair Longuini. “Agora vejo a comprovação inicial de minhas palavras no início desta gestão, quando disse que, juntos, seríamos uma grande equipe. Congratulo-me com todos vocês (magistrados e servidores), porque hoje é uma data histórica – em que estamos dando um grande passo, com essa padronização de nossa rotina de produção e novos fluxos -, na melhoria da qualidade dos nossos serviços e na busca constante da eficiência e celeridade”, considerou o Desembargador-Presidente Pedro Ranzi.

Durante as atividades, os atuais métodos de trabalho foram analisados, à proporção que foram discutidas sugestões para o aperfeiçoamento e unificação dos fluxos. Dessa forma, foi possível construir novas diretrizes a serem implementadas nas unidades judiciárias de todo o Estado. Após esse procedimento de padronização, os fluxos serão objeto de manuais cartorários a serem disponibilizados pela Corregedoria Geral da Justiça.

 

Leia mais:

22.11.2010 Meta 5: Escrivães concluem propostas de simplificação dos fluxos de trabalho nas unidades judiciárias
Novas propostas serão agora apresentadas aos magistrados das áreas cíveis e criminais para convalidação e implantação.
17.11.2010 Meta 5: Escrivães de todo o Estado se reúnem para discutir a simplificação dos fluxos de trabalho
Por meio de oficinas de trabalho, o TJAC busca definir um novo método de gerenciamento de rotinas para as unidades judiciárias.
09.11.2010 Meta 5: TJAC realiza oficina para discutir simplificação dos fluxos de trabalho nas unidades judiciárias
O objetivo da oficina é contribuir para o cumprimento da Meta 5/2010, que determina a implantação de um método de gerenciamento de rotinas no 1º Grau.

 

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 30/11/2010