Lançado edital para construção da nova sede do Tribunal de Justiça

O governo do Estado do Acre, através da Gerência de Licitações e Contratos e da Comissão Permanente de Licitação, lançou nesta quarta-feira, com publicação no Diário Oficial do Estado, o Aviso de Licitação do edital de concorrência no.09/2006, que tem como objeto, a contratação de empresa para execução dos serviços de construção do novo prédio do Tribunal de Justiça do Estado do Acre – TJ-Acre, no Centro Administrativo, BR-364, em Rio Branco. As empresas interessadas podem retirar o edital da referida licitação na CPL-01 de 14 de fevereiro a 15 de março deste ano, na avenida Getúlio Vargas, no. 300 – Centro – Rio Branco, -sobreloja -, no horário das 8h às 12 e das 14h às 17h. A abertura do editais será realizada no dia 17 de março às 15h, na sede da CPL. Atualmente o Tribunal de Justiça do Acre funciona em áreas fragmentadas – alguns em prédios alugados – por falta de estrutura física. A construção da sede própria é uma antiga aspiração da administração do TJ que se concretiza na administração do desembargador Samoel Evangelista. A nova sede do Tribunal de Justiça do Acre será construída na Br-364 – área do anel viário, entre o Tribunal Regional Eleitoral e a Fundação Hospitalar, em frente à União Educacional do Norte (Uninorte), na região que ficou conhecida como a nova área administrativa do Estado. O terreno onde a sede será construída tem 19.210 m². A área ser construída é de 9.265 m². O prédio será feito com um subsolo com vaga para 130 carros, um térreo onde funcionará a área administrativa e os jardins do setor de atendimento ao público. No primeiro pavimento funcionarão os gabinetes dos desembargadores e a da administração do Tribunal de Justiça, além das salas de audiências, as Câmaras Cíveis e Criminais e a diretoria judiciária. No segundo pavimento funcionará o Pleno do Tribunal, com capacidade para 80 pessoas. O projeto arquitetônico, feito por um escritório de Brasília, leva em conta a geografia do terreno onde funcionará a nova sede do TJ, para garantir a climatização natural das salas. Além disso, a construção será feita dentro de uma perspectiva que se terá visibilidade do prédio com dupla fachada no anel viário.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 15/02/2006