Justiça realiza atendimento da população de Porto Walter

A Comarca de Porto Walter (não instalada) recebeu na semana passada equipe do Juizado Especial Criminal de Cruzeiro do Sul.  Entre os dias 27 e 31 de agosto, uma série de atendimentos e audiências foram realizadas pela juíza Evelin Campos, a secretária Edna Costa, o conciliador Ismael Lima e o auxiliar judiciário Hamon Sobrinho, juntamente com o promotor de Justiça Leonardo Santos e advogado Walter Martins, realizaram uma série de atendimentos e audiências.

Durante os quatro dias de trabalho foram realizadas 33 audiências, com oitiva de 105 pessoas, entre atendimentos e audiências, sendo firmados 16 acordos. Além disso, também foi utilizado o recurso da videoconferência para conectar as comarcas de Porto Walter e Cruzeiro do Sul e agilizar a solução de processos.

Em virtude do alto custo para deslocamento de testemunhas entre as duas comarcas e das dificuldades para o transporte fluvial em razão da seca do rio, o emprego do recurso tecnológico tem facilitado a instrução de processos e a realização de audiências.

“A importância do atendimento da Justiça em municípios de difícil acesso, onde ainda não há presença constante e efetiva do Poder Judiciário, é substancial em razão da carência da população e dificuldades que possui. A presença do Estado enquanto Poder Judiciário, Ministério Público e OAB, traz alento à população que anseia resolução de problemas básicos de forma mais eficaz e célere”, declarou a juíza Evelin Campos, após finalização dos trabalhos.

Projeto Cidadania e Justiça na Escola

Durante a visita a Porto Walter também foi realizada a entrega de prêmios aos alunos vencedores do concurso de redação do Projeto Cidadania e Justiça na Escola, que realizou em junho deste ano uma grande atividade na cidade.

À época, a palestra “Os três poderes” foi ministrada durante os turnos matutino e vespertino para os alunos da 5ª e 6ª séries nas escolas Manoel Moreira Pinheiro e Borges de Aquino. A apresentação ficou por conta da juíza Andréa Brito, titular da 2ª Vara Criminal de Cruzeiro do Sul, e contou com a participação do promotor de Justiça Leonardo Santos e do advogado João Tota.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 06/07/2015