Justiça ouve nesta quinta-feira (14) o fiscal municipal acusado de assassinar a ex-namorada

O Juiz de Direito Leandro Leri Gross, titular da Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco, presidirá na quinta-feira (14), a partir das 8 horas, a audiência de instrução criminal do processo nº 001.10.007636-0, cujo réu é o fiscal sanitário André Raimundo da Costa Júnior.

Ele é acusado de matar a tiro de revólver sua ex-namorada, a agente de endemias Ely Felipe de Souza, e de tentar assassinar Claudemir Mesquita de Lima, crimes ocorridos no dia 6 de março deste ano no Bairro Bahia, na Capital.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o acusado primeiramente tentou contra a vida de Claudemir Lima e, em seguida, matou a ex-namorada Ely Felipe por ciúmes, "extrapolando a normalidade da consciência média, logo, repugnante e reprovável", destaca a denúnica.

Representando o Ministério Público, o Promotor de Justiça Rodrigo Curti denunciou André Júnior como incurso nas penas do artigo 121, §2º, inciso II (motivo fútil), combinado com o artigo 14, inciso II do Código Penal, em relação à tentativa de homicídio de Claudemir; e artigo 121, §2º, incisos I (motivo torpe) e IV (recurso que dificultou a defesa do ofendido), na forma do artigo 61, inciso II, alínea "f", todos do Código Penal, pelo assassinato de sua ex-namorada.

A audiência de instrução criminal acontecerá no plenário do Tribunal do Júri, no Fórum Barão do Rio Branco, com início previsto para 8 horas. O Ministério Público será representado pelo Promotor de Justiça Rodrigo Curti e a defesa do réu será patrocinada pela Defensora Pública Elizabeth Maciel. Onze testemunhas foram arroladas pela acusação e pela defesa no processo.

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 13/10/2010