Justiça Comunitária realiza campanha pré-carnaval em Capixaba

Nesta sexta-feira (5), o Programa Justiça Comunitária – Núcleo Capixaba, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do Município, realizará campanha de conscientização de pré-carnaval, percorrendo as principais ruas da cidade.

O objetivo é alertar a comunidade sobre as doenças sexualmente transmissíveis, com distribuição de preservativos e material explicativo. Para reforçar a ação, os agentes comunitários que trabalham no Justiça Comunitária, juntamente com a equipe da Secretaria de Saúde, pretendem fazer uma abordagem direta e didática sobre o tema, explicando de modo simples a importância e os mecanismos de preservação.

Para os interessados em participar do movimento, as equipes se concentrarão na frente da Câmara Municipal de Capixaba, de onde iniciarão a caminhada às 9 horas.

Programa Justiça Comunitária

Idealizado e coordenado pela Desembargadora Eva Evangelista, o Programa Justiça Comunitária é desenvolvido pelo Tribunal de Justiça desde 2002, inicialmente em convênio com o Ministério da Justiça.

Desde 2006 o Programa vem sendo executado em parceria com a Prefeitura de Rio Branco e recentemente foi fortalecido por conta dos convênios nº 034/2008, do TJAC com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania – Pronasci, do Ministério da Justiça, e nº 700546/2008, com a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República. Esta última parceria tornou-se possível pelas emendas parlamentares apresentadas pelos deputados federais Nilson Mourão, Ilderlei Cordeiro, Sérgio Petecão e Flaviano Melo.

Em Rio Branco, o Programa é desenvolvido em 35 bairros carentes, divididos em 6 regionais. No ano de 2009, pela primeira vez, o mesmo trabalho realizado com sucesso na Capital começou a ser colocado em prática em outros dois municípios do Estado – Capixaba e Epitaciolândia, onde também se espera atingir bons resultados na solução rápida e amistosa de pequenos conflitos, por meio da mediação e conciliação. 

      

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 04/02/2010