Justiça Comunitária é premiada em programa de gestão pública e cidadania

A experiência que leva a justiça de ônibus aos bairros mais pobres de Rio Branco solucionando conflitos, pregando a paz social e resgatando a auto-estima de famílias inteiras acaba de ser reconhecida e premiada em nível nacional. Essa experiência é o programa Justiça Comunitária, uma das mais eficientes e belas iniciativas do Poder Judiciário acreano nos últimos anos. A premiação da Justiça Comunitária veio por intermédio de um certificado concedido pelas Fundações Getúlio Vargas e Ford, com apoio do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A escolha faz parte do Ciclo de Premiação 2004 do programa Gestão Pública e Cidadania dessas duas fundações. Assinam o certificado o diretor Peter Spink e a vice-diretora do programa Marta Ferreira Santos Farah. Coordenado pela desembargadora Eva Evangelista de Araújo Souza e executado pela juíza Mirla Regina da Silva Lops, o programa Justiça Comunitária conta ainda com uma equipe de técnicos afinada e disposta a enfrentar todos os tipos de desafios para chegar às famílias mais humildes de Rio Branco. O programa, além de levar justiça aos bairros, leva também orientações, campanhas, palestras sobre os mais diversos temas e transforma a vida das famílias que habitam os bairros mais distantes do centro num ambiente de alegrias e vitórias. A desembargadora Eva Evangelista é só entusiasmo desde que recebeu a notícia do prêmio. Ontem ela disse que “o Acre está de parabéns. Nosso Poder Judiciário, apesar das carências, acaba de dar um belíssimo exemplo para o restante do País de que é possível levar alegria, soluções de litígios e principalmente justiça e cidadania aos mais carentes, sem precisar que eles deixem suas casas, gastem com transportes e esperem horas para ser atendido”. O presidente do TJ, Ciro Facundo de Almeida, comemorou a premiação parabenizando a desembargadora Eva Evangelista, a juíza Mirla Regina e todas as pessoas que trabalham na Justiça Comunitária, ao mesmo tempo em que agradeceu o empenho e o esforço de cada um. “São notícias como essa que nos estimulam cada vez mais a continuar nosso caminho. A Justiça Comunitária é uma das coisas mais bonitas que o Poder Judiciário tem hoje, por isso dá tão certo e merece reconhecimentos e prêmios com esse que o programa acaba de ganhar”.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 30/11/2004