Justiça acreana realiza júris simultâneos

Objetivando reduzir o numero de processos em trâmite na Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco e promover o princípio da solidariedade entre os magistrados, a Direção do Tribunal de Justiça, em atitude inédita, decidiu realizar júris simultâneos nos próximos 60 dias.

Para tanto, prorrogou a competência do Juiz de Direito Giordane de Souza Dourado, Titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Cruzeiro do Sul, para atuar na condição de Juiz Auxiliar e acelerar o julgamento dos processos que tramitam na Vara do Tribunal do Júri da Capital, cujo Titular é o Juiz de Direito Marcelo Coelho de Carvalho.

Ontem, 3, a Presidente do TJAC, Desembargadora Izaura Maia, prestigiou a abertura dos trabalhos dos primeiros júris simultâneos da história do Judiciário Acreano, que aconteceram no atual plenário do Tribunal do Júri, no Fórum Barão do Rio Branco, e no auditório do Fórum Trabalhista, gentilmente cedido pelo Tribunal Regional do trabalho da 14ª Região.

Em breve discurso, Izaura Maia falou de sua satisfação com a realização do feito inédito, que considera de grande importância para o Tribunal e para toda a sociedade. “Sabemos o quanto é difícil realizar esse tipo de trabalho, que somente se torna possível com a união de todos”, disse a Presidente.

O Juiz Giordane Dourado agradeceu a confiança nele depositada pela Direção do Tribunal e se disse orgulhoso pela escolha e oportunidade de participar da experiência inédita. Também ressaltou o importante significado desse tipo de trabalho e lembrou que são iniciativas assim que conferem credibilidade ao Judiciário. “É isso que a sociedade espera de todos nós”, afirmou o magistrado.

Agradecimento

Após a abertura dos trabalhos Izaura Maia fez uma rápida visita ao Diretor do Fórum Trabalhista, Juiz do Trabalho Ilson Alves Pequeno Júnior, para agradecer a cessão do espaço para a realização dos julgamentos.

A previsão da direção do TJAC é de que nos próximos 60 dias sejam realizados 63 julgamentos pela Vara do Tribunal do Júri. Em 2007 a média bimestral de júris realizados variou entre 25 e 30 processos. Dos primeiros julgamentos simultâneos participaram, além dos magistrados, os promotores de Justiça Rodrigo Curti e Vinícios Menandro; os defensores públicos Martiniano Siqueira Filho e Antônio Araújo; além do advogado Silvano Santiago.

Leia mais:

Vara do Tribunal do Juri: juí­zes auxiliares atuam no julgamento de processos , 28.03.2008

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 03/04/2008