Justiça Acreana participará neste mês de novembro da Semana Nacional de Conciliação

Cidadãos podem solicitar a inclusão de seu processo no evento e obter a solução pacífica para os conflitos através do acordo.

Um esforço conjunto concentrado para conciliar o maior número possível de processos e oferecer aos cidadãos a possibilidade de resolver os seus conflitos de modo rápido, prático e, principalmente fraterno, através do acordo. É com essa visão que a Justiça Acreana vai participar da Semana Nacional de Conciliação, que será realizada de 23 a 27 deste mês de novembro nos tribunais de Justiça de todo o País.

Haverá a utilização da ferramenta Conciliômetro, já utilizada com sucesso durante a Semana Estadual de Conciliação – promovida pelo Tribunal de Justiça Acreano em agosto deste ano-, a qual permite acompanhar em tempo real todo o andamento da Semana de Conciliação, inclusive a quantidade de acordos obtidos. Os conciliadores e empresas campeões de acordos receberão a Medalha do Pacificador.

Sem título-1

Reuniões estratégicas, visitas aos locais do evento e café da conciliação também fazem parte da programação especial.

Os cidadãos que tenham processos tramitando – desde que permitam o acordo – podem solicitar a sua inclusão, dirigindo-se às unidades judiciárias (Fórum Barão do Rio Branco, sede dos Juizados Especiais, por exemplo).

Nas demais comarcas do estado, os interessados devem procurar diretamente o Fórum e as Varas ou Juizados onde tramita o seu processo.

Varas e Juizados já estão fazendo o levantamento de processos a serem colocados na pauta de conciliação a ser executada durante o evento.

Trata-se de uma campanha de mobilização, realizada anualmente, que envolve todos os tribunais brasileiros, os quais selecionam os processos que tenham possibilidade de acordo e intimam as partes envolvidas para solucionarem o conflito.

É uma das principais ações institucionais do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que atua padronizando a campanha, apoiando as ações dos tribunais e promovendo a divulgação.

As conciliações pretendidas durante a Semana são chamadas de processuais, ou seja, quando o caso já está na Justiça. No entanto, há outra forma de conciliação: a pré-processual ou informal, que ocorre antes do processo ser instaurado e o próprio interessado busca a solução do conflito com o auxílio de conciliadores.

A Semana Nacional da Conciliação é um marco anual das ações do CNJ e dos tribunais para fortalecer a cultura do diálogo.

Os cidadãos ou advogados interessados podem pedir a inclusão de seus processos em pauta com o objetivo de participar da semana e conciliar.

Não há data limite para ingresso com o pedido de inclusão do processo em pauta para conciliação. No entanto, para inclusão na Semana da Conciliação, é importante que os pedidos sejam feitos com a maior brevidade, para que seja viável a intimação da parte contrária.

É uma das principais ações institucionais do CNJ, que atua padronizando a campanha, apoiando as ações dos tribunais e promovendo a divulgação.

As conciliações pretendidas durante a Semana são chamadas de processuais, ou seja, quando o caso já está na Justiça. No entanto, há outra forma de conciliação: a pré-processual ou informal, que ocorre antes do processo ser instaurado e o próprio interessado busca a solução do conflito com o auxílio de conciliadores.

A Semana Nacional da Conciliação é um marco anual das ações do Conselho Nacional de Justiça e dos tribunais para fortalecer a cultura do diálogo.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Publicado em 04/11/2015