Júri de acusados pelo “crime da motosserra” é adiado

Em decisão proferida hoje, 9 de julho, o Juiz Élcio Sabo Mendes Júnior, responsável pelo julgamento do processo n° 001.99.010284-0, deferiu o requerimento do Ministério Público Estadual quanto ao adiamento do júri, até então agendado para o dia 14 de julho.

No julgamento do caso, que repercutiu nacionalmente como o “crime da motosserra”, serão submetidos a júri popular os réus Hildebrando Pascoal Nogueira Neto, Pedro Pascoal Duarte Pinheiro Neto, Alex Fernandes Barros e Adão Libório de Albuquerque, pelo homicídio de Agilson Santos Firmino, mais conhecido como “Baiano”.

Como dois dos réus – Hildebrando Pascoal e Pedro Pascoal – no presente momento não possuem advogados constituídos para atuarem em suas defesas, e velando pela indivisibilidade do processo, o Ministério Público manifestou-se pela redesignação da sessão de julgamento, o que foi deferido pelo Juiz Élcio Sabo.

A nova data para o júri será definida quando forem cumpridas as determinações do Juízo, elencadas em sua Decisão.

 

Leia aqui a íntegra da Denúncia do Ministério Público.

Leia aqui a íntegra da Manifestação Ministerial.

Leia aqui a íntegra da Decisão do Juízo.

 

Leia mais:

Judiciário prepara júri de acusados pelo "crime da motosserra", 30.05.2008  

   

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 09/07/2008