Jurados são homenageados pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Rio Branco

A 2ª Vara do Tribunal do Júri de Rio Branco, conduzida pela juíza Zenair Bueno, encerrou as atividades do ano com uma homenagem a 40 jurados que se dedicaram ao Júri em 2011.

Das 19 sessões de julgamento realizadas no ano, duas turmas – uma de 21 e outra de 19 membros – se revezaram para composição do Conselho de Sentença do Tribunal do Júri.

A atividade, realizada no dia 1º deste mês, teve o objetivo de destacar a importância da atividade de jurado, reconhecer e agradecer o empenho daqueles que deixam seus afazeres diários para servir à Justiça.

Com a palavra, os jurados agradeceram a lembrança e se disseram honrados pela experiência adquirida. Segundo eles, o aprendizado e a experiência humana adquirida durante os julgamentos são lições que irão levar consigo por toda vida.

"Essa singela homenagem é um reconhecimento a todos que militam com seu trabalho e colaboração para a atividade jurisdicional, que é distribuir justiça”, destacou a juíza, acompanhada do juiz Luís Camolez, que também prestigiou a atividade.

Jurado Voluntário

Na oportunidade, a magistrada também fez o lançamento do projeto "Jurado Voluntário", que visa o alistamento de cidadãos interessados em compor futuramente as listas de jurados da unidade.

Tendo em vista que a lista de nomes de jurados para o ano de 2012 já foi definida e publicada oficialmente, os voluntários interessados podem se inscrever para a lista de 2013.

O procedimento é simples e basta que o cidadão se dirija até a 2ª Vara do Tribunal do Júri (Fórum Barão do Rio Branco, no Centro da Capital) para efetuar sua inscrição, cujo prazo se encerra em 30 de setembro de 2012.

Um ano de atividades

Em 8 de novembro deste ano, a 2ª Vara do Tribunal do Júri de Rio Branco completou seu primeiro ano de funcionamento. Ela é responsável por processar e julgar os crimes dolosos contra a vida e conexos, na forma consumada ou tentada, bem como organiza e preside o 2º Tribunal do Júri.

A unidade também tem como competência o processo e o julgamento dos crimes militares praticados por oficiais e praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militares do Acre e por seus assemelhados.

Quando instalada, a unidade já iniciou suas atividades no formato virtual, com a prática e a comunicação dos atos processuais feitos exclusivamente por meios eletrônicos, assegurando agilidade e economia ao trâmite processual.

A juíza Zenair Bueno é a titular da unidade desde 1º de julho de 2011.

 

Leia mais:

 

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 22/12/2011