Juizados Especiais Cíveis e da Fazenda Pública passam a funcionar na Cidade da Justiça

Unidades judiciárias passam a funcionar no novo endereço, após saírem do antigo colégio Dom Pedro, no bairro Bosque.

Os Juizados Especiais Cíveis e da Fazenda Pública da Comarca de Rio Branco passam a funcionar na Cidade da Justiça, na Rua Paulo Lemos de Moura Leite, nº 878, bairro Portal da Amazônia. Desse modo, os cidadãos que procuravam as unidades judiciárias no antigo colégio Dom Pedro, no bairro Bosque, devem se dirigir ao novo endereço. O local também abrigará as Turmas Recursais.

fachada-civel

Mais informações podem ser obtidas nos números (68) 3211-5506.

A ideia é de que o empreendimento com elevado padrão de arquitetura e engenharia ofereça mais conforto, qualidade, e eficiência para a população, magistrados e servidores.

A obra

Concebida como um dos principais e estratégicos projetos do Tribunal de Justiça do Acre, a nova Sede dos Juizados Especiais tem na humanização, na qualidade e na eficiência do serviço público três importantes princípios, seguindo a tendência dos modernos centros urbanos. Nesse caso, o prédio tem uma área construída de mais de sete mil metros quadrados, divididos em seis pavimentos que abrigarão os Juizados Especiais Cíveis e de Fazenda Pública, além das Turmas Recursais.

Já o Juizado de Trânsito (Justiça Volante) passa a funcionar no Centro da cidade, quase em frente ao Fórum Barão do Rio Branco.

Todas as atividades atinentes a essas áreas são concentrados espacialmente para melhor dinâmica de trabalho e consequente agilidade e praticidade aos que procuram os serviços judiciais.

O empreendimento trará também economia, pois permitirá a reunião de todos os serviços judiciários em um mesmo local, amplo e estruturado. Com facilidade de acesso e transporte, a comunidade forense e a população serão recebidas com maior conforto e terão um atendimento mais otimizado.

A nova Sede dos Juizados irá beneficiar principalmente os cidadãos que batem à porta do Judiciário à procura da chamada tutela jurisdicional (resposta institucional com vistas à solução de conflitos). Além disso, magistrados e servidores do TJAC também são beneficiados com instalações mais modernas, amplas, adequadas e seguras.

Postado em: Notícias | Tags:,

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 18/09/2018