Juizado de Trânsito: boletim de maio

O mês de maio bateu recorde de ocorrências de trânsito em 2009, com 268 registros, segundo o Juizado de Trânsito de Rio Branco. Os números praticamente dobraram em relação a janeiro, quando houve apenas 181 atendimentos.

Nos primeiros cinco meses de 2009, foram feitos 1.127 atendimentos, dos quais 740 foram registrados e autuados. Em comparação aos dados de 2008, surge a perspectiva de diminuição nos registros deste ano, pelo menos se for levado em consideração o número de atendimentos realizados durante aquele ano inteiro: 2.897.

Desde que passou a funcionar, em 1995, o Juizado de Trânsito registrou 18.876 ocorrências, numa estatística ascendente que se iniciou com 33 registros, no primeiro ano, e ultrapassou os 2,8 mil em 2008.

Ainda conforme os dados divulgados pela Coordenação do JTRAN, sob responsabilidade de Afonso Evangelista, entre janeiro e maio de 2009, houve mais de 250 acordos com e sem a interferência da Juíza Solange de Souza Fagundes, que responde pelo Juizado.

A central de reclamação recebeu 426 chamadas e aconteceram pelo menos 241 audiências de conciliação. Outro dado destacado nas ocorrências deste ano é o número de vítimas: 32. Dessas, 11 entraram para as estatísticas só neste mês de maio. 

A Juíza Solange Fagundes explica a crescente estatística lembrando, por exemplo, que em 1995, quando o Juizado começou a funcionar, a frota de veículos em Rio Branco era aproximadamente três vezes menor que a atual.

De acordo com a Juíza, atualmente está praticamente inviável atender a todos os chamados. "Nós gostaríamos de estar nas ruas, porque isso evitaria o litígio. Nós precisamos funcionar ininterruptamente nos finais de semana e pelo menos até meia noite, mas não estamos dando conta. O desafio é adequar a nossa estrutura a estrutura da cidade", disse ela.

Juizado de Trânsito de Rio Branco

O serviço prestado pelo Juizado de Trânsito é gratuito, disponível ao cidadão de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas, e no sábado, das 8 às 22 horas. Em caso de acidentes que não envolvam veículos oficiais, patrimônio público ou vítimas, o cidadão deve ligar para os telefones:

3211-5566 ou 9985-2750

Atuando de forma gratuita e no próprio local do ocorrido, o atendimento imediato do JTRAN propicia às partes envolvidas o ressarcimento dos danos materiais de forma rápida, eficaz e segura. Até mesmo a evasão de uma das partes envolvidas no acidente não impede a ação do Juizado.

Boletim Estatístico – Maio de 2009

 1. Total de Atendimentos realizados 268
2. Chamadas atendidas e não autuadas por estarem fora da atuação do JT 097
   2.1 – Veículo oficial  004
   2.2 – Acordo com interferência do Juizado e sem registro 039
   2.3 – Acordo sem interferência do Juizado e sem registro 024
   2.4 – Veículo evasor 013
   2.5 – Veículos fora do local 005
   2.6 – Acidentes com vítimas 011
   2.7 – Colisão com objeto fixo 001
   2.8 – Área particular 000
3. Processos Registrados e Autuados 171
   3.1 – Acordos Realizados no local 036
   3.2 – Audiências de Conciliação marcadas 054
   3.3 – Queixas Registradas na Central de Reclamação 081
4. Sinistro por Embriagues 001

 

 

Movimento das Atividades – Ano 2009 

1. Total de Atendimentos realizados 1.127
2. Chamadas atendidas e não autuadas por estarem fora da atuação do JT 387
   2.1 – Veículo oficial 017
   2.2 – Acordo com interferência do Juizado e sem registro 140
   2.3 – Acordo sem interferência do Juizado e sem registro 118
   2.4 – Veículo evasor 055
   2.5 – Veículos fora do local 022
   2.6 – Acidentes com vítimas 032
   2.7 – Colisão com objeto fixo 003
   2.8 – Área particular 000
3. Processos Registrados e Autuados 740
   3.1 – Acordos Realizados no local 137
   3.2 – Audiências de Conciliação marcadas 241
   3.3 – Queixas Registradas na Central de Reclamação 426
4. Sinistro por Embriagues 009

 

Total Geral de Atendimentos:  18.812

 

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 04/06/2009