Fórum Criminal de Rio Branco promove atividades da “3ª Semana pela Paz no Lar”

Palestras e audiências de retratação e instrução foram algumas das ações realizadas na quinta-feira (3).

“O melhor lugar para estar é em casa. Por isso, paz no lar é essencial”, afirmou a juíza de Direito Ana Paula Saboya, na manhã de quinta-feira (3), no Fórum Criminal Desembargador Lourival Marques de Oliveira, durante mais uma ação alusiva à 3ª Semana pela Paz no Lar no âmbito do Poder Judiciário Acreano.

audiencias_retratacao_tjac_11

Iniciando as atividades, foram entregues às mulheres presentes mudas de plantas, pelas mãos dos magistrados que, em um esforço conjunto, realizaram o mutirão das audiências dos casos de violência doméstica.

audiencias_retratacao_tjac_12

O gesto demonstrou a necessidade de se cultivar, igual o cultivo daquelas mudas, a paz dentro dos lares. “É inadmissível bater em mulher. É preciso que vivamos em paz, para tanto deve ocorrer uma transformação e se cultivar dentro dos lares a compreensão mútua e o respeito”, afirmou a juíza Ana Paula Saboya para as mulheres e homens que estavam presentes para a realização das audiências de retratação.

Em seguida, os presentes participaram de duas palestras, uma ministrada psicóloga da Vara de Proteção à Mulher, Cleudina Gomes, que debateu as questões da violência doméstica, aspectos psicológicos, e as medidas protetivas e a segunda conduzida por representantes da cosa Rosa Mulher que apresentaram os serviços, cursos e a assistência que a Casa Rosa Mulher fornece as mulheres que sofrem violência.

Durante a manhã, também foram realizadas audiências de instrução, Júri Popular de um caso de tentativa de homicídio, e as audiências de retratação, momento em que a mulher ofendida pode apresentar, perante o juiz, caso seja sua vontade, a renúncia à representação criminal contra seu ofensor.

Estiveram presentes nas atividades os juízes de Direito Maha Manasfi, Ana Paula e Edinaldo Muniz, além de assessores, colaboradores e populares. Todos dispostos a somar esforços para ajudar na construção da justiça, cidadania e paz dentro dos lares das famílias acreanas.

audiencias_retratacao_tjac_10

“Justiça pela Paz em Casa”

Em decorrência da campanha Nacional lançada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) o Poder Judiciário Acreano promove, durante toda esta semana (iniciada no dia 30 de novembro com encerramento marcado para esta sexta-feira, dia 04 de dezembro, a “3ª Semana pela Paz no Lar”, buscando conscientizar com o fim da violência doméstica e agilizar os julgamentos e audiências de casos de violência doméstica.

Idealizada inicialmente pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Carmen Lúcia, no âmbito do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a Campanha tem o objetivo de sensibilizar a sociedade pelo fim da violência doméstica e familiar praticada contra as mulheres e acelerar o julgamento de crimes relacionados às agressões de gênero.

Na Comarca de Rio Branco, o mutirão de atividades iniciou no dia 23 de novembro com um Júri Popular realizado na Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO).

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Publicado em 04/12/2015