Fortalecimento da Magistratura: Expedição da Justiça chega à Comarca de Cruzeiro do Sul

Objetivo da Presidência é melhorar as condições de trabalho de magistrados e servidores, e valorizar os profissionais do Judiciário.

Distante cerca de 635 km de Rio Branco, a Comarca de Cruzeiro do Sul recebeu a visita de trabalho da presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargadora Denise Bonfim, com o intuito de melhorar as condições de trabalho dos magistrados e servidores, valorizar os profissionais, e garantir o fortalecimento da Magistratura Estadual.

Atenção, reconhecimento, cuidado e priorização, palavras colocadas em prática pela Administração do TJAC, são percebidas por aqueles que integram a Instituição.

Recebida pelos magistrados Hugo Torquato, José Wagner, Adamarcia Machado, Erik Farhat, Evelin Bueno e Marcos Rafael, a desembargadora-presidente esteve acompanhada do juiz de Direito Lois Arruda, auxiliar da Presidência.

O objetivo da atual gestão é perceber a real situação dos profissionais que atuam na Justiça Acreana e, dessa maneira, conhecer eventuais problemas que afetem as suas atividades. Ao perceber de perto possíveis dificuldades vivenciadas diariamente pelas comarcas, fica mais fácil encontrar soluções e resultados que garantam a qualidade  da prestação jurisdicional aos cidadãos acreanos.

Cidade da Justiça

A presidente do TJAC esteve em um primeiro momento no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), depois visitou as demais instalações da Cidade da Justiça de Cruzeiro do Sul, internas e externas, seguida pelos juízes – a quem ouviu sobre necessidades em termos estruturais, de pessoal e na logística na execução da rotina dos serviços prestados no local. Fez questão de cumprimentar os servidores por onde passou.

A desembargadora também esteve no Bosque Florido, local a que pretende destinar atenção com a ampliação e melhoria de uma trilha ecológica já existente no local.

Em seguida, reuniu-se com os magistrados e servidores no auditório do complexo arquitetônico, que concentra todas as unidades cíveis e criminais cruzeirenses.

“Os recursos podem ser poucos, mas a vontade de fazer o melhor possível por todos  é grande. O principal intuito desta gestão é priorizar as pessoas que fazem parte do Judiciário e o sustentam, que são vocês”, assinalou a desembargadora-presidente, enfatizando o nível de priorização que lhes será dado pelos próximos dois anos.

Diretor do Foro da Comarca de Cruzeiro do Sul, o juiz de Direito Hugo Torquato considerou “a visita uma honra” e “demonstração de cuidado”. “Nos sentimentos isolados, e o fato de senhora vir de tão longe para nos ouvir é algo gratificante e motivador”, frisou.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 27/04/2017