Ex-comandante da PM é absolvido na Auditoria Militar

O ex-comandante da Polícia Militar do Acre coronel Jair Thomaz, foi absolvido ontem em julgamento na auditoria militar. Ele era acusado de, durante o exercício do comando da PM, no início da década de 1990, ter aplicado irregularmente e retido recursos financeiros federais destinados à construção de casas populares para soldados da corporação. As obras de construção das casas populares, ao lado da Fundação Hospitalar foram iniciadas mas nunca concluídas, até que, no final dos anos 90, um grupo de soldados passou a ocupar o local que até funciona em condições insuficientes. O processo contra Jair Thomaz foi instaurado em 1999, a pedido de Ministério Público Estadual e somente ontem foi julgado. O julgamento foi presidido pelo juiz da auditoria militar Pedro Ranzi. Durante o julgamento e leitura da acusação, os juizes militares do Conselho do caso de Thomaz, o atual comandante da PM, Coronel Leandro Rodrigues da Silva, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Francisco de Assis Jardim, o coronel aposentado Everaldo Padrão e coronel bombeiro José Henrique Barbosa de Albuquerque decidiram, por unanimidade, absolver Jair Thomaz por insuficiência de provas nos autos que contam com quatro volumes e três anos. Com isso, o coronel que está na reserva, foi inocentado de todas as acusações, inclusive a de peculato. Fonte: Assessoria de Imprensa do TJAC

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 11/03/2005