Eva Evangelista destaca apoio da administração do TJ à Justiça Comunitária

A presidente do TJ em exercício e coordenadora do programa Justiça Comunitária, desembargadora Eva Evangelista, disse, durante a solenidade, que a criação dos novos núcleos é de extrema relevância para a comunidade e reafirma a preocupação do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Samoel Evangelista e do prefeito Raimundo Angelim de ampliar as suas ações de cidadania por toda a Rio Branco. “O programa é simples, mas de fundamental importância na aproximação da justiça do cidadão, uma forte preocupação do presidente Samoel Evangelista, pois garante a mediação, a conciliação entre a própria comunidade, sem a necessidade da intervenção do juiz togado, agilizando a mediação e a solução dos conflitos”, disse a desembargadora. Segundo Eva Evangelista, a parceria do Tribunal de Justiça com a prefeitura vai beneficiar as comunidades da periferia da Capital. “Através da Justiça comunitária é possível alcançar com rapidez e eficiência aquelas populações mais distantes, que muitas vezes não têm o dinheiro para pegar um ônibus para vir ao centro, que precisam do nosso apoio. Esses são os verdadeiramente incluídos no programa, que tem como objetivo proporcionar a reconciliação e a paz social”, afirmou a desembargadora. Para o prefeito Raimundo Angelim o trabalho do Tribunal de Justiça do Estado do Acre através de programas como o Projeto Cidadão e a Justiça Comunitária tem sido exemplo para o Brasil no trato às questões populares. “O Tribunal do Acre é um dos primeiros tribunais do país a ter esse intercâmbio direto com os movimentos comunitários e para a prefeitura essa parceria é extremamente importante e oportuna, pois garante ao cidadão uma justiça que não espera, mas sim que vai ao encontro do cidadão e lhe garante o cumprimento dos seus direitos”, disse o prefeito.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 13/07/2006