Estudantes participam de sessão do Pleno pelo programa Cidadania e Justiça na Escola

Setenta estudantes da escola Estadual Theodolina Falcão Macedo, estiveram presentes na sessão na sede do TJAC.

Na pauta do Tribunal Pleno Jurisdicional desta quarta-feira, 30, havia seis processos e um público especial: 70 alunos do quinto ano da Escola Estadual Theodolina Falcão Macedo. A aula prática integra o calendário de aprendizado do programa Cidadania e Justiça na Escola.

“A vinda de vocês é motivo de orgulho para esse Tribunal”, disse o desembargador-presidente Francisco Djalma na abertura da sessão ordinária. Acolhimento que foi seguido por todos os desembargadores presentes, que destinaram palavras de incentivo aos estudantes, bem como prestaram depoimentos de como avançaram em sua carreira profissional por meio dos estudos.

O aluno Elias Joaquim comentou a experiência da visita institucional: “eles nos falaram coisas importantes e como chegaram até o tribunal. Hoje as crianças passam muito tempo no celular e se elas tivessem com os livros, estariam fazendo um futuro melhor”, disse o estudante.

O reconhecimento sobre a interação com a realidade foi destacado pela diretora da unidade escolar, Cristiana Holanda. “Estamos agradecidos pela oportunidade, porque além de ser uma forma de vivenciar parte do que os alunos aprenderam sobre o Poder Judiciário, é um momento muito inspirador. Porque aqui temos exemplos para esses seguirem e se espelharem no futuro”, disse.

O diretor da Escola do Poder Judiciário (Esjud), desembargador Roberto Barros, destacou como a iniciativa está se desenvolvendo com sucesso nas escolas de Rio Branco, e lembrou como toda a Corte Acreana foi bem recebida nesta comunidade escolar, localizada no bairro Placas, onde ocorreu o lançamento do programa.

Em unanimidade, a coordenadora estadual da Infância e Juventude, desembargadora Regina Ferrari foi parabenizada pela condução do projeto Cidadania e Justiça e sua defesa ao lema “A Justiça começa na infância”.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:

Fonte: DIINS Atualizado em 30/10/2019