Juiz faz inspeção em Centro Socioeducativo do Alto Acre

Foi constatado apenas um item que não atende às normas de prevenção da COVID-19.

O juiz de Direito da Vara Cível da Comarca de Brasiléia, Gustavo Sirena, realizou inspeção no Centro Socioeducativo do Alto Acre no último dia 10. A finalidade foi averiguar os comprimentos das normas sanitárias no local em relação a prevenção da COVID-19.

Na ocasião, o magistrado, que esteve acompanhado da fiscal sanitária e da coordenadora municipal de saúde, aplicou um questionário dentro da nota técnica do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que trata da situação, e produziu relatório da atividade, que já foi enviado à Corregedoria-Geral da Justiça, para o Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e Socioeducativo (GMF/ TJAC) e à Coordenadoria da Infância e da Juventude.

Segundo ele, foi constatado apenas um item que não atende às normas de prevenção. Trata-se do termômetro. “Estava sendo utilizado um aparelho comum, de colocar no braço, o que não é o correto para esses casos de prevenir a proliferação do vírus. Indicamos que usassem o termômetro digital infravermelho para medir a temperatura corporal”, disse o juiz.

Ele também comentou que a medida de fiscalização no ISE é feita bimestralmente e que todo o procedimento foi feito atendendo as normas estabelecidas para evitar a contaminação, inclusive, na quantidade de pessoas, no total três, que foram ao local para executar a demanda.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 12/06/2020